Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Dicionário próprio

MPF cria “cartilha” de como traduzir órgãos e cargos para três línguas

Para evitar confusões na tradução de termos ligados ao Ministério Público Federal, a instituição criou pela primeira vez uma lista oficial de nomenclaturas que devem ser adotadas para órgãos e cargos nos textos em inglês, espanhol e francês.

A norma foi publicada nesta quinta-feira (25/9) na Portaria 618/2014, assinada pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot — que, para comunicações com estrangeiros, virou “prosecutor general of the Republic”, “fiscal general de la República” e “procureur général de la République”. A criação da “cartilha” foi solicitada pela Secretaria de Cooperação Internacional do MPF, como parte das tentativas de tornar a instituição reconhecida internacionalmente até 2020.

Os termos foram fixados após consulta a membros do Grupo de Apoio da secretaria. “Foi um trabalho difícil, porque traduções nunca são absolutamente consensuais”, afirma o secretário de Cooperação Internacional, procurador regional da República Vladimir Aras. A partir de agora, quaisquer atos e manifestações do MPF em outras línguas devem observar as regras da portaria. Com informações da Assessoria de Imprensa da PGR.

Clique aqui para ler as traduções.

Revista Consultor Jurídico, 25 de setembro de 2014, 16h01

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 03/10/2014.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.