Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Problemas técnicos

Mil urnas eletrônicas foram substituídas na manhã deste domingo

Até as 11h deste domingo (26/10), data do segundo turno das eleições de 2014, 1,1 mil urnas eletrônicas foram substituídas. Segundo informações do Tribunal Superior Eleitoral, esse número representa 0,27% do total de 428,9 mil urnas usadas para votação.

Essas substituições acontecem ou por problemas técnicos nas urnas ou por problemas no cadastro de eleitores. Há casos inclusive de problemas com a bateria de algumas urnas, que foram devidamente substituídas.

O Tribunal Superior Eleitoral dispõe de 61,4 mil urnas eletrônicas de contingência e os mesários também podem optar pelo voto em cédula de papel, caso não haja outro jeito. Até as 11h deste domingo, nenhuma urna de voto manual foi usada.

A maioria das urnas substituídas está no Rio de Janeiro, onde 221 urnas foram trocadas. O TSE não dá detalhes sobre o que aconteceu.

No primeiro turno das eleições deste ano, 4,4 mil urnas foram substituídas, o que dá um percentual de 1,02%. O número foi recorde de substituições, mas considerado irrisório pelo presidente do TSE, ministro Dias Toffoli. Isso porque o número de urnas em operação em 2014, bem como o número de eleitores, também foi recorde.

Com base nos títulos eleitorais emitidos, o TSE contabiliza 142,8 milhões de eleitores. No primeiro turno, no entanto, 27,4 milhões de pessoas deixaram de votar. Foi a maior abstenção da história.

Revista Consultor Jurídico, 26 de outubro de 2014, 11h46

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 03/11/2014.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.