Consultor Jurídico

Processo e política

OAB reclama de publicidade dada a informações da operação lava jato

Retornar ao texto

Comentários de leitores

6 comentários

Estão defendendo quem?

rode (Outros)

A OAB quer o que com isso? Proteger quem?

Não pode querer interferir na pauta do Juiz! Lamentável. A máquina deve andar e anda muito. Judiciário não é Legislativo e Executuvo que param em ano de eleição só para fazer campanha.

Declaração impertinente

Valdecir Trindade (Advogado Autônomo - Trabalhista)

Lamento a declaração pública do Conselheiro, que, usurpando a competência do Presidente do Conselho Federal, envereda para o risível, ridículo e tendencioso.

O processo penal não pode estar vinculado ao calendário elei

dss (Advogado Autônomo)

O processo penal não pode estar vinculado ao calendário eleitoral. Aparentemente, tanto o Juiz quanto o MPF estão agindo de acordo com a Constituição. A Justiça deve estar acima de disputas eleitorais e de partidos políticos e interesses individuais.O cidadão tem o direito de ser bem informado, inclusive nas eleições.

Se não estiver sob sigilo deve divulgar

dss (Advogado Autônomo)

Entendo que se as informações não estiverem sob sigilo devem ser divulgadas. Os eleitores tem o direito de saber o que esta acontecendo com as empresas públicas.

Se fosse eu começava a rezar

Marcos Alves Pintar (Advogado Autônomo - Previdenciária)

Eu só não gostaria de estar na pele dos envolvidos se os marqueteiros do PT conseguirem uma fórmula para resolver a influência indevida no processo eleitoral e assim reverter a situação em favor da vitória de Dilma. O PT sempre foi implacável com os adversários, mas vendo a eleição escorrendo pelas mãos após 12 anos de dominação creio que nem mesmo os intocáveis juízes brasileiros ficarão a salvo.

Funcionou

Marcos Alves Pintar (Advogado Autônomo - Previdenciária)

Quando a OAB terminar de discutir a questão Aécio certamente já estará terminando seu mandato, entregue em seu colo de bandeja pelo Judiciário Federal paraense com a divulgação de informações filtradas e sigilosas visando "turbinar" a candidatura do PSDBista. O Judiciário, ao menos desta vez, funcionou a contendo em sua missão de nulificar a Carta da República e proteger bem os "aliados"

Comentar

Comentários encerrados em 25/10/2014.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.