Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Recolhimento de custas

Tribunal Superior do Trabalho prorroga prazos em razão da greve dos bancários

Por causa da greve dos bancários, o Tribunal Superior do Trabalho decidiu prorrogar, a partir desta sexta-feira (3/10), o prazo para recolhimento dos depósitos prévios e recursais e das custas processuais. A determinação está no Ato 510/SEGJUD/GP, assinado pelo presidente do TST, ministro Barros Levenhagen.

Conforme o ato, os prazos ficam prorrogados para o terceiro dia útil subsequente ao término do movimento grevista. O recolhimento deverá ser comprovado, nos processos em tramitação no TST, até o quinto dia útil após a sua efetivação.

Os bancários estão em greve deste terça-feira (30/9). Eles reivindicam, principalmente, o reajuste salarial de 12,5%, sendo 5,8% de aumento real; piso salarial de R$ 2.979; fim das metas abusivas e do assédio moral; vale-alimentação e refeição, cesta-alimentação, décima terceira cesta e auxílio-creche/babá de R$ 724 ao mês; auxílio-educação; gratificação de caixa e de função; e vale-cultura de R$ 112,50.

De acordo com levantamento da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT), a greve fechou até esta sexta-feira (3/10), 10,3 mil agências e centros administrativos em todo o país. Com informações da Assessoria de Imprensa do TST.

Clique aqui para ler o Ato 510/SEGJUD/GP.

Revista Consultor Jurídico, 4 de outubro de 2014, 13h19

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 12/10/2014.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.