Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Gestão continuada

Silvia Devonald toma posse como presidente do TRT da 2ª Região

A Desembargadora Silvia Devonald (à esquerda) é conduzida ao plenário do TRT da 2ª Região para a posse como Presidente [Reprodução]A desembargadora Silvia Devonald (à esquerda na foto) tomou posse, nesta quarta-feira (1º/10), como presidente do Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região. Na corte desde 1996, Silvia fazia parte da atual gestão, como vice-presidente administrativa, e deve dar continuidade ao trabalho da desembargadora Maria Doralice Novaes.

Também tomaram posse os desembargadores Rosa Maria Zuccaro (vice-presidente administrativo); Wilson Fernandes (vice-presidente judicial); e Beatriz de Lima Pereira (corregedora regional). A nova gestão do TRT-2 vai atuar durante o biênio 2014/2016 no comando do tribunal, que abrange a cidade de São Paulo, a região metropolitana e a Baixada Santista. Os novos membros foram eleitos em agosto, quando a nova presidente recebeu 42 votos dos 83 desembargadores votantes, em segundo turno.

A solenidade teve a presença do ministro Renato Lacerda Paiva, do Tribunal Superior do Trabalho; do presidente do Tribunal Regional Federal da 3ª Região, Fábio Prietto; do presidente do Tribunal de Justiça Militar, Paulo Adib Casseb; do presidente da Ordem dos Advogados do Brasil de São Paulo, Marcos da Costa; do subprocurador-geral de Justiça de Relações Externas, Arnaldo Hossepian Salles Lima Junior; da procuradora-chefe do Ministério Público do Trabalho em São Paulo, Cláudia Regina Lovatto Franco, e de outras autoridades. 

De acordo com o Anuário da Justiça do Trabalho 2013, Silvia Devonald foi advogada por dez anos antes de ser aprovada no concurso da magistratura, em 1982. Ao ser nomeada juíza do Trabalho substituta, Silvia Devonald assumiu a Presidência da 3ª Junta de Conciliação de Julgamento (atual vara do Trabalho) de Santos e posteriormente a 6ª JCJ, tendo sido designada, desde 1990, para substituir no Tribunal Regional do Trabalho, onde permaneceu até 1996, quando foi nomeada, por merecimento, para o cargo de juíza togada do tribunal, passando a integrar a 3ª Turma.

Participou da Comissão de Regimento Interno da corte de 2004 a 2006. Desde maio de 2011 é gestora do Programa Nacional de Prevenção de Acidentes do Trabalho, do Tribunal Superior do Trabalho. Com informações da Assessoria de Imprensa do Ministério Público de São Paulo.

Revista Consultor Jurídico, 2 de outubro de 2014, 11h50

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 10/10/2014.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.