Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Defesa de presos políticos

TV Brasil lança série sobre atuação de advogados na ditadura

Faltando uma semana para o aniversário de 50 anos do golpe que lançou o Brasil em uma ditadura militar da qual o país só sairia em 1985, a TV Brasil lança, nesta segunda-feira (24/3), uma série em cinco episódios que retrata a atuação dos advogados durante a ditadura. Os Advogados Contra Ditadura vai ao ar até sexta-feira (28/3), sempre às 23h30, com episódios de 52 minutos. Os documentários fazem um balanço do papel da Justiça Militar durante o regime que comandou o país por mais de 20 anos e traz histórias de advogados que defenderam presos políticos.

Produzida por Silvio Tendler, a série foi feita em parceria com o Projeto Marcas da Memória, da Comissão de Anistia do Ministério da Justiça, que tem por objetivo garantir a reflexão do país em relação à ditadura. A ideia de Advogados Contra a Ditadura surgiu do livro Advogados e a Ditadura de 1964 – A defesa dos perseguidos políticos no Brasil, organizado pelos professores Fernando Sá, Oswaldo Munteal e Paulo Emílio Martins.

Lançada em 2010 pela Editora PUC-Rio, a obra serviu de inspiração para a série de Tendler. O episódio de estreia tem depoimentos de Técio Lins e Silva, Modesto da Silveira, Eny Moreira, Sepúlveda Pertence, Ivan Proença e Cecília Coimbra, e aborda temas como os primeiros dias após o golpe, a resistência dos estudantes, a prisão de advogados, o uso de estádios como prisões e o conflito na Cinelândia, no Rio de Janeiro. Veja abaixo o trailer da série.

Retrato histórico
A TV Brasil também está lançando outras duas séries relacionadas à ditadura militar. Com dez episódios de 26 minutos, sempre de segunda a sexta-feira a partir das 19h30, Resistir É Preciso tem a imprensa como foco. Os profissionais são retratados a partir de três cenários: a imprensa alternativa, a clandestina e a que atuava no exílio. Othon Bastos narra os episódios que citam jornais alternativos, como o PifPaf, Pasquim, Bondinho e Opinião. Entre os jornalistas ouvidos, estão Audálio Dantas, Juca Kfouri, Laerte, Raimundo Pereira, Paulo Moreira Leite, Bernardo Kucinsky e José Hamilton Ribeiro.

Militares pela Democracia, exibida a partir de 31 de março, fala sobre representantes do Exército, Marinha e Aeronáutica que se posicionaram contra o golpe militar, levando à cassação e expulsão das Forças Armadas de alguns deles. Também criada por Silvio Tendler, a série também fala sobre grupos de militares que se organizavam antes de 1964 em prol de mudanças sociais, e como a ditadura combateu tal caminho, impedindo até que os militares usassem suas fardas. Os cinco episódios serão exibidos de segunda a sexta-feira, a partir das 23h30. Com informações da Agência Brasil.

Revista Consultor Jurídico, 24 de março de 2014, 22h05

Comentários de leitores

1 comentário

militares deveriam fazer como o PT, estatizar a advocacia e

daniel (Outros - Administrativa)

militares deveriam fazer como o PT, estatizar a advocacia e a defesa, assim nem precisariam de torturar as pessoas, bastaria prender e o processo de condenação seria agilizado, pois Estado acusa e defende....

Comentários encerrados em 01/04/2014.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.