Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Não revistado

Corregedor do CNJ dribla segurança de aeroporto

O corregedor nacional de Justiça, Francisco Falcão, conseguiu embarcar para Miami sem ser revistado mesmo após o detector de metais ter disparado no aeroporto de Brasília. Ministro do Superior Tribunal de Justiça, ele embarcou em 21 de fevereiro com sua mulher e, segundo reportagem do jornal Folha de S.Paulo publicada no sábado (15/3), seus dois seguranças, policiais federais, impediram que a equipe do aeroporto revistasse o casal. O incidente está relatado em um relatório interno do aeroporto de Brasília.

As normas da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) impedem que passageiros embarquem sem que objetos que disparam o detector de metais sejam identificados. A responsabilidade é da administradora do aeroporto — no caso, a Inframerica — e da companhia aérea — a TAM. Segundo a Anac, quem descumpre a regra está sujeita a uma multa de R$ 17,5 mil.

O corregedor do Conselho Nacional de Justiça minimizou o episódio. Falcão disse à Folha que foi liberado por um agente após apontar para seu cinto. A Inframerica afirmou que adotou todos os procedimentos de segurança no embarque do ministro e da mulher dele. A companhia TAM também disse adotar o procedimento padrão.

Revista Consultor Jurídico, 16 de março de 2014, 12h37

Comentários de leitores

7 comentários

Parece no Regime de Exceção

Roberto MP (Funcionário público)

Essa conduta acima da lei lembra os poderosos no período de 1964/1985, que pintavam e bordavam. Naqueles idos, um outro Falcão, então ministro da Justiça em 1976, Armando Falcão, inventou um texto de lei, que ficou conhecido como "Lei Falcão" que vedava aos candidatos no horário eleitoral a não discursarem, apenas citar o nome e um breve currículo. E 37 anos depois outro Falcao passa como rolo compressor sobre as regras aeroportuárias. Hum hum...

Prerrogativas da função.

Gilberto Serodio Silva (Bacharel - Civil)

Falta do que fazer.

Os porcos estão dominando

galo (Outros)

\"alguns animais são mais iguais do que os outros". Esses porcos "bebem o leite e comem as maças", enquanto os demais animais da fazenda passam fome.
O brasil é a cara do livro "a revolução dos bichos", de george orwell.

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 24/03/2014.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.