Consultor Jurídico

Comentários de leitores

8 comentários

Uso de farol durante dia

João Carlos Toledo Júnior (Oficial da Polícia Militar)

Inicialmente parabenizo o autor e causídico pela preocupação e pesquisa neste assunto de interesse coletivo, sendo que como militar estadual (policial militar) observo que esta prática apesar de não ser obrigatória em nosso país e adotar por alguns condutores de veículos leves nas rodovias e vias públicas urbanas, porém como citado no artigo, no Estado do Paraná a prática foi regulamentada por força de ato normativo do Chefe do Poder Executivo Estadual, entretanto foi considerada inválida por decisão do Excelso Pretório.
Ocorre que, além da necessidade da regulamentação por lei Federal, também é necessário a adoção de medida educativa por todos os condutores face o aumento de segurança pela medida adotada para que está dirigindo, como para que está na condição de pedestre ou ciclista, por isso espero a regulamentação da norma o mais breve possível!!!
Mais uma vez, destaco a lisura e tenacidade do artigo elaborado pelo profissional...
Capitão PMPR Toledo

Importante

Monica Couto de Vasconcellos (Arquiteto)

Cumpre esclarecer, o maior bem a ser preservado "é a vida", tudo que pode ser realizado para segurança da vida é válido. O artigo traz à tona uma discussão de suma importância, a prática já aplicada e utilizada em países de primeiro mundo é eficaz conforme pude constatar nas estradas da Europa, EUA e Argentina. Notei neste artigo que o autor dirigiu por estradas da América do Sul, verificando a maior segurança que o farol aceso traz.

Segurança

Rentes (Delegado de Polícia Estadual)

Devemos lembrar que os veículos automotores em geral, são equipados com lanternas, farol, (ou farol baixo) e farol alto. O autor refere-se ao uso das lanternas e do farol (baixo) e obviamente, às lâmpadas, dentro da especificação e não as "especiais", (ou xenon), que são mais fortes e podem atrapalhar. Quanto à luminosidade as lâmpadas de led, que são mais econômicas, se utilizadas na capacidade certa, são menos agressivas, (em todos os sentidos). As experiências estrangeiras, bem destacadas pelo autor, combinadas com a educação para o trânsito, podem reduzir significativamente o número de acidentes em nosso país. O artigo é fruto de estudo muito bem conduzido, estribado em bibliografia e pesquisa de campo. Merece ser elogiado, pela qualidade e a preocupação com a segurança.

Discussão pertinente

Andre Panazzolo (Advogado Sócio de Escritório - Tributária)

Prezados Senhores,
Já dirigi em alguns países da Europa bem como nos Estados Unidos, e lá muitos motoristas adotam a prática de trafegar com os faróis acesos durante o dia.
Alguns estudos já comprovaram que o procedimento acima pode minimizar os riscos de acidentes, pois o veículo com os faróis acesos fica visível a uma distância superior.
Parabéns ao autor do artigo, por trazer à discussão um assunto tão relevante.

Luzes de LED

Le Roy Soleil (Outros)

Os automóveis mais modernos já estão saindo de fábrica com luzes diurnas de LED na dianteira e traseira. Como é do conhecimento público, uma lâmpada de LED é muitíssimo mais econômica, dura "X" vezes mais que uma lâmpada halógena, esquenta bem menos e, por consequência, também polui menos. Com o tempo, todos os veículos novos sairão de fábrica com essa tecnologia. Agora, obrigar acender faróis de lâmpadas halógenas e, pior, os carros importados que usam xenônio, durante o dia, é algo totalmente fora de propósito, pois provocaria, sim, impacto ambiental e sequelas na saúde de todos, como bem abordado na matéria.

Medida sensata

Andre Panazzolo (Advogado Sócio de Escritório - Tributária)

Prezados Senhores,
Já dirigi em países da Europa e nos Estados Unidos, e lá muitos motoristas têm o hábito de trafegar com os faróis de seu carro acesos mesmo durante o dia.
Vários estudos comprovaram que trafegar com os faróis do carro acesos durante o dia pode diminuir os índices de acidentes, pois tal prática permite que o veículo seja visto numa distância maior.
Parabéns ao autor do artigo, por trazer à discussão um assunto tão relevante.

Pertinente

Luiz pedrada (Outros)

Eu também tive a oportunidade de constatar que em diversos países o uso do farol acesso também no período diurno se faz não só mandatário mas por comprovação através de dados estatísticos ,
Se faz sim necessário e, tem evitado muitos acidentes fatais.
Não observei no texto nenhuma alusão ao uso do farol alto mas até no Brasil alguns modelos de algumas marcas já vem com o sistema
De fábrica.
Quanto aos aviões. Eles fazem o uso dos faróis por motivos de: legislação que determina o uso dos faróis acesos em áreas terminais ( onde há a maior concentração de aeroportos e aeronaves em vôo) e políticas internas das companhias aéreas através de seus departamentos de segurança de vôo. . Hoje em dia a separação entre aeronaves se faz pelos controladores através dos radares, tcas ( dispositivo instalado nas aeronaves ) e ,de forma a auxiliar e almentar o nível de segurança no que diz respeito à separação das aeronaves os faróis acesos tanto no período diurno quanto noturno.
Gostaria que o autor levantasse algo sobre o uso de lazers principalmente da cor verde que algumas pessoas com um nível de civilidade deplorável vem usando apontando para a cabine dos pilotos durante as aproximações. Em países desenvolvidos isto é crime e as autoridades correm atrás coibindo o uso nefasto destes artefatos que podem cegar .

Despropósito

Zé Machado (Advogado Autônomo - Trabalhista)

Farol alto durante o dia é desnecessário. Somente deficientes visuais não enxergam a lanterna acesa, ou seja, a luz baixa. A confusão com farol das motos também é um perigo. O uso mais nefasto do farol alto é quando os "aviões" usam-no para pedir passagem, seja durante o dia ou durante a noite. Talvez, cada região do Brasil peça um tipo de legislação diferenciada n esse sentido, por causa das peculiaridades próprias.

Comentar

Comentários encerrados em 18/05/2014.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.