Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Nova assembleia

Metroviários suspendem greve, mas exigem reversão de demissões

Em assembleia realizada nesta noite (9/6), o Sindicato dos Metroviários de São Paulo decidiu encerrar a greve, mas exigiu que os 42 funcionários demitidos pelo Metrô sejam readmitidos até quarta-feira (11/6). Caso contrário, a categoria afirma que deverá retomar a paralisação na quinta-feira (12/6), dia da abertura da Copa do Mundo em São Paulo.

O Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região, em São Paulo, considerou a greve dos funcionários do Metrô abusiva e determinou que os dias parados serão descontados das folhas de pagamento. A paralisação já dura cinco dias e vem sendo considerada uma das mais longas da história do metrô.

Além de condenar a greve, o TRT paulista ainda determinou que o índice de reajuste salarial dos empregados parados será de 8,7%. O julgamento aconteceu na manhã de domingo (8/6) e cabe recurso da decisão.

Também ficou decidido que a multa estabelecida pela desembargadora Rilma Aparecida Hemetério, vice-presidente judicial do TRT-2, caso a greve continue, será no valor de R$ 100 mil por dia de paralização, a ser paga solidariamente pelos sindicatos dos trabalhadores. O Sindicato dos Metroviários de São Paulo agendou uma nova assembleia para quarta-feira (11/6) para decidir se a greve será retomada ou não. Com informações das assessorias de imprensa do Sindicato dos Metroviários e do TRT-2.

Revista Consultor Jurídico, 9 de junho de 2014, 21h45

Comentários de leitores

1 comentário

aberta a bolsa de apostas......

hammer eduardo (Consultor)

Anotem ai , esta é mais uma greve em que os des-governos rugem mas nada acontece de pratico. Nossa DESMORALIZADA justiça??????????????trabalhista adora enfiar estas multas estratosfericas que NUNCA são pagas e servem apenas de painel demonstrativo do ridiculo em via publica.
Os Metroviarios voltaram ao trabalho porem certamente vão parar de novo caso não retornem de suas demissões de ocasião TODOS os Colegas que o des-governo do PSDB demitiu "tentando" rosnar e aparecer bem na foto com o Povão que na moita é quem depende umbilicalmente dos trens paulistanos.
Estou achando no minimo divertidissimo ver os petralhas se afogando no proprio veneno pois quando eram oposição , estimulavam greve de TUDO e agora tem que engolir a seco pois estariam contrariando o corolario difundido durante ANOS por seu discurso velho e seboso. O desastre esta a vista e só não ve quem não quer ou os muito idiotizados e centrados unicamente nesta copa que JAMAIS poderia ter ocorrido num Pais com o Brasil com tantas dificuldades em areas criticas. Como bem disse a filha do rato Mór da CBF , " O que tinha que ser roubado ja foi ". Nunca a bandidagem foi tão honesta como nesta singela declaração. O des-governo dos petralhas ladrões uniu os bandidos locais ( CBF ) com os bandidos internacionais ( FIFA ) para praticarem de mãos dadas o mais espetacular ataque aos cofres publicos de que se tem noticia desde a fundação da Republica no Brasil. Agora aguentem! Tenho dito que um Pais que precisa botar Forças Armadas ate os dentes na rua para garantir a segurança , mostra que JAMAIS teve condição de sediar NADA alem de um joguinho de truco. Triste Pais dominado por LADRÕES e CANALHAS !

Comentários encerrados em 17/06/2014.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.