Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Paralisação da categoria

Metrô de SP deverá funcionar em capacidade máxima no horário de pico

A Justiça do Trabalho determinou na noite desta quarta-feira (4/6) que os metroviários de São Paulo operem com 100% da frota nos horários de pico e com 70% nas demais horas do dia. Em caso de descumprimento, foi estabelecida multa de R$ 100 mil ao sindicato da categoria. As informações são da Folha de S.Paulo.

A decisão liminar foi proferida no mesmo dia em que os trabalhadores decidiram iniciar uma greve nesta quinta-feira (5/6). Eles não aceitaram reajuste de 8,7% apresentado pelo Metrô e querem uma proposta que chegue aos dois dígitos. O Ministério Público do Trabalho pediu que a operação fosse totalmente mantida entre 6h e 9h e entre 16h e 19h.

Segundo a Folha, os metroviários disseram que não pretendem manter o percentual fixado na decisão. Na tarde desta quarta, houve uma audiência no Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região coordenada pela desembargadora Ivani Contini Bramante e pela juíza Patrícia Therezinha de Toledo. No final da mediação, o tribunal divulgou que as negociações haviam avançado.

Revista Consultor Jurídico, 4 de junho de 2014, 21h55

Comentários de leitores

2 comentários

greves

Daniel (Outros)

o absurdo maior :
a assembleia dos "trabalhadores" decidir se vão acatar a decisão judicial...parece piada, os "trabalhadores" fazer assembléia para autorizar a acatar decisão judicial.

Será que vai ter esperteza dessa vez?

Eduardo.Oliveira (Advogado Autônomo)

Se não bastasse tudo isso, agora também passaram a usar do sistema de áudio para imputar a "culpa" da greve ao patrão Governo (quando todos sabemos que a cada quatro anos o sindicato entra em campo como cabo eleitoral de um certo partido).
Da última greve resultou determinação de manter percentual significativo de trens em operação. Mas qual a brecha usada para prejudicar a população? Concentram o percentual determinado na região central. Para is bairros e periferia o resultado foi 100% de paralisão. Espereo que o TRT esteja ciente das artmanhas de certas categorias devem servir ao público...

Comentários encerrados em 12/06/2014.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.