Consultor Jurídico

Notícias

Contratações questionadas

Banco do Brasil aceita recurso e revê pontuação de banca vencedora de licitação

Comentários de leitores

4 comentários

Concurso público

J. Batista (Serventuário)

Já passou de hora do banco do brasil, como tantas outras sociedades de economia mista, realizar concurso público para área da advocacia. Enquanto isso, bancas de advocacia com influência política e apadrinhados ganham rios de dinheiro em contratos milionários. Num contrato do modelo noticiado sairia muito mais barato a contratação de concurso público. Quando será que o brasil se tornará um país sério? Por que vira e mexe e ninguém faz nada?!

Edital feito para terminar em pizza.

alvarojr (Advogado Autônomo - Consumidor)

Se o licitante pode contabilizar em seus quadros advogados com os quais nunca teve vínculo algum além de advogados recebendo menos de 1 (hum) salário mínimo, que tipo de assistência jurídica o BB espera receber em troca?
O edital deveria prever que todos os advogados dos escritórios que disputassem o certame fossem empregados dos licitantes para evitar esse tipo de fraude.
Mas com esse edital, o máximo que vai receber em troca é o famoso 'ctrl + c', 'ctrl + v', 30 (trinta) laudas de cópia de doutrina (independente de pertinência temática), 15 (quinze) laudas de cópia de precedentes (idem) e duas linhas tratando do caso concreto simplesmente tachando o consumidor de litigante de má-fé sem que haja fundamentação alguma para isso.
Isso não é fato novo. O escritório que foi apresentado neste Conjur como a banca com o maior faturamento do Brasil (aquele sediado em Bauru/SP) era tratado na Assessoria Jurídica Regional do Banco do Brasil em Minas Gerais como a "salsicharia do direito" e fazia isso rotineiramente e com a complacência da diretoria jurídica.
Independente disso, o atual diretor jurídico do BB e até mesmo um antigo que atualmente é ministro do STJ devem estar rasgando elogios a esse "modelo" de certame.
Álvaro Paulino César Júnior
OAB/MG 123.168

Continua sem explicação

Fernando José Gonçalves (Advogado Sócio de Escritório)

Se a advogada não era funcionária do mega escritório mas sim contratada como associada, de duas uma: ou se burlou a clt, buscando "terceirizado", pessoa física para a atividade fim, mas sem vínculo empregatício, ou a advogada em questão teria que ser dona/sócia de banca própria, com cnpj e então, nessa qualidade, prestar serviços ao tomador.

Cadê a OAB ? Contratar advogado por menos de um salário míni

analucia (Bacharel - Família)

Cadê a OAB ? Contratar advogado por menos de um salário mínimo ? Cadê a OAB ?

Comentar

Comentários encerrados em 8/08/2014.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.