Consultor Jurídico

Notícias

Novo comando

Tucci é nomeado diretor da Faculdade de Direito da USP

O reitor da Universidade de São Paulo, Marco Antonio Zago, confirmou a nomeação de José Rogério Cruz e Tucci como novo diretor da Faculdade de Direito da USP. A nomeação do candidato mais votado na eleição que ocorreu nesta semana foi publicada na edição de sexta-feira (21/2) do Diário Oficial de São Paulo. Zago também escolheu Renato de Mello Jorge Silveira para o cargo de vice-diretor. As informações são do jornal Folha de S. Paulo.

Professor-titular do Departamento de Direito Processual, Tucci é mestre pela Faculdade de Direito da USP e doutor pela Università di Roma, ex-presidente da Associação dos Advogados de São Paulo e colunista da revista Consultor Jurídico. No fim de 2013, ele divulgou carta em que confirmava o interesse em dirigir a instituição durante os próximos quatro anos. O professor afirmou no texto que ficava “na expectativa de poder ser honrado com a confiança daqueles que, como eu, alvitram robustecer a autoestima da Faculdade de Direito do Largo de São Francisco”.

À ConJur, Tucci afirmou: "Desde outubro de 2013, tenho procurado dialogar com o comunidade acadêmica para expor as minhas ideias e também coletar sugestões". Ele disse que o bom desempenho na eleição está relacionado ao desejo de diálogo, "chave para o fortalecimento e união da comunidade acadêmica".

Ele diz que seus projetos abrangem todas as vertentes: política, acadêmica e administrativa. A primeira inclui "uma reflexão sobre o tradicional processo de escolha dos dirigentes", com a defesa de mudanças no Estatuto e no Regimento Interno da USP. Em relação à parte acadêmica, ele defende a conclusão da reforma da grade curricular e quer "incentivar os nossos colegas docentes a cumprir a respectiva carga horária, com a ampliação de atividades de pesquisa dirigida, por meio de leituras sistemáticas e programadas".

Sobre a parte administrativa, Tucci defende "a transposição de um modelo centralizado de governança para uma eficiente administração descentralizada e participativa", com a contribuição de todos os interessados. Ele cita a necessidade de um projeto escalonado de obras e reformas para a recuperação dos prédios da Faculdade de Direito da USP, para otimizar os espaços disponíveis.

A escolha foi elogiada por Marcos da Costa, presidente da seccional paulista da Ordem dos Advogados do Brasil. Segundo ele, "os predicados de José Rogério Cruz e Tucci o tornaram uma referência para a classe, por sua dedicação à causa da Justiça e por seu vasto conhecimento jurídico. Nessa nova empreitada, temos certeza de que será um dos mais profícuos diretores da tradicional Faculdade de Direito da USP, defendendo a qualidade de ensino, sem esquecer-se de seus ideais em relação à universidade pública que, em suas palavras, ‘deve ser livre e autônoma para cumprir a relevante finalidade social e política que lhe é reservada’”. Com informações da Assessoria de Imprensa da OAB-SP.

* Atualizado às 17h30 de 22/2/2014 para acréscimo de informações.

Revista Consultor Jurídico, 22 de fevereiro de 2014, 11h32

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 02/03/2014.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.