Consultor Jurídico

Notícias

Prefeitura de Limeira

MP investigará promotores que atuaram contra prefeito

Comentários de leitores

5 comentários

Pelo fim da impunidade de promotores

mfontam (Advogado Sócio de Escritório - Administrativa)

Mais do que um dos três poderes classicos, o Ministério Público é um super-poder que está de fato controlando os três clássicos poderes da república, com o aplauso da mídia sensacionalista e daqueles que não compreendem a arbitrariedade que significa.
E se está acima dos três poderes clássicos, também está acima da lei, o que significa que sob o pretexto de acabar com a impunidade, quer agir de maneira impune, sem qualquer risco de responsabilização por eventuais desmandos e abusos.
Acho pouco a conduta do CNMP, pois, em realidade, caberá ao STF por fim ao privilégio da impunidade que tem caracterizado a atuação do Ministério Público, definindo os limites de intromissão da atividade ministerial sobre os demais poderes e conscientizando as vítimas a ajuizarem ações civis contra eventuais abusos e desmandos ministeriais.
Acabar com a impunidade no Brasil também deve passar pelo fim da impunidade de promotores de justiça.

MP na berlinda.

PAULO FRANCIS (Advogado Sócio de Escritório - Civil)

A se continuar assim o MP vai ser decorativo.

MP Investigando

A Reta Entre Várias Curvas (Outro)

Ao menos alguém investiga seus próprios pares e deseja punir caso seja constatado irregularidades, pouco importando se é Promotor de Justiça ou não. Irregularidades e corrupção existe em QUALQUER órgão público, porque nenhuma instituição é melhor que seu povo, já que é o próprio povo que as compõem. Agora nas polícias e na Comissão de Ética das OAB´s, salvo raras exceções, penso que as coisas não sejam bem assim, e o abafamento de caso tem se tornado regra. Ou será inverdade esta constatação?

Tangenciamento

Marcos Alves Pintar (Advogado Autônomo - Previdenciária)

Mais um monumental erro. Se o CNMP verificou que houve alguma espécie de irregularidade na atuação da Corregedoria, a solução nacional seria afastar todos os integrantes do cargo e instaurar processo administrativo disciplinar contra todos. Limitou-se, porém, a mandar aqueles que já prolataram decisão a favor dos membros do Ministério Público, o que redundará em uma investigação comprometida com o resultado. Enquanto isso, os abusos por parte de membros do Ministério Público continuam.

\"voto de aplauso" !!! Alguém tem que acabar com essas coisas

mfontam (Advogado Sócio de Escritório - Administrativa)

A impunidade em relação aos promotores é emblemático da cultura da impunidade brasileira, ou seja, sob o pretexto de combater a impunidade, aos promotores têm sido assegurado de fato a impunidade, pois agem e, no caso, ainda recebem "voto de aplauso" !!! Até quando o STF vai permitir que as coisas continuem assim no Brasil? Se for para acabar com a impunidade para valer, tem que acabar com a impunidade de promotores, exercendo um efetivo controle sobre as atividades ministeriais. Valendo-se de termos vagos das leis, os promotores estão indo além dos limites de qualquer convivência harmônica entre as autoridades, ao mesmo tempo que não estão sendo controlados por ninguém. Se o STF não impuser limites, estaremos em uma ditadura ministerial. Parabéns ao Dr. Batocchio, que tem atuado contra os desmandos ministeriais.

Comentar

Comentários encerrados em 1/03/2014.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.