Consultor Jurídico

Notícias

Lista tríplice

Tucci vence eleição na Faculdade de Direito da USP

José Rogério Cruz e Tucci foi o candidato mais votado na eleição para diretor da Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo, que ocorreu na manhã desta terça-feira (18/2). O professor-titular do Departamento de Direito Processual recebeu 61 votos, contra 43 para Virgílio Afonso da Silva, professor-titular do Departamento de Direito do Estado. Completa a lista tríplice Sérgio Salomão Shecaira, professor-titular do Departamento de Direito Penal, Medicina Forense e Criminologia, que recebeu 41 votos. A lista foi enviada ao reitor da USP, Marco Antonio Zago, que deve escolher o diretor da Faculdade de Direito até o fim da semana.

Também foi promovida nesta terça-feira a eleição para vice-diretor da instituição, e o candidato mais votado foi Renato de Mello Jorge Silveira, do Departamento de Direito Penal, Medicina Forense e Criminologia, que recebeu 58 indicações. A segunda posição ficou com Marcus Orione Gonçalves Correa, professor-associado do Departamento de Direito do Trabalho e da Seguridade Social, escolhido por 39 eleitores. Na terceira posição, com 38 votos, ficou Virgílio Afonso da Silva, que também concorreu à diretoria da Faculdade de Direito.

Mestre pela Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo e doutor pela Università di Roma, Tucci, que é ex-presidente da Associação dos Advogados de São Paulo e colunista da revista Consultor Jurídico, divulgou no fim de 2013 uma carta em que confirmava o interesse em dirigir a instituição durante os próximos quatro anos. Ele afirmou no texto que ficava “na expectativa de poder ser honrado com a confiança daqueles que, como eu, alvitram robustecer a autoestima da Faculdade de Direito do Largo de São Francisco”.

À ConJur, Tucci afirmou que "desde outubro de 2013, tenho procurado dialogar com o comunidade acadêmica para expor as minhas ideias e também coletar sugestões", e o bom desempenho na eleição está relacionado ao desejo de fortalecer o diálogo, "a chave para o fortalecimento e união da comunidade acadêmica".

Ele diz que seus projetos estão divididos em três vertentes: política, acadêmica e administrativa. A primeira inclui "uma reflexão sobre o tradicional processo de escolha dos dirigentes", com a defesa de mudanças no Estatuto e no Regimento Interno da USP. Em relação à parte acadêmica, ele defende a conclusão da reforma da grade curricular e quer "incentivar os nossos colegas docentes a cumprir a respectiva carga horária, com a ampliação de atividades de pesquisa dirigida, por meio de leituras sistemáticas e programadas".

Sobre a parte administrativa, Tucci defende "a transposição de um modelo centralizado de governança para uma eficiente administração descentralizada e participativa", com a contribuição de todos os interessados. Ele cita a necessidade de um projeto escalonado de obras e reformas para a recuperação dos prédios da Faculdade de Direito da USP, para otimizar os espaços disponíveis.

* Texto atualizado às 18h30 de 18/2/2014 para acréscimo de informações.

Revista Consultor Jurídico, 18 de fevereiro de 2014, 18h00

Comentários de leitores

1 comentário

Jose Rogerio

PAULO FRANCIS (Advogado Sócio de Escritório - Civil)

Uma bela escolha. Espero que se respeite o voto da maioria. Parabéns.

Comentários encerrados em 26/02/2014.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.