Consultor Jurídico

Notícias

Mudança de comando

Novo presidente do TJ-PE coloca celeridade como prioridade

O desembargador Frederico Ricardo de Almeida Neves toma posse na próxima quinta-feira (6/2) como presidente do Tribunal de Justiça de Pernambuco para o biênio 2014-2015, prometendo quebrar paradigmas. Após ocupar a corregedoria-geral de Justiça, ele assume o TJ-PE com o objetivo de dar maior celeridade à atuação do Judiciário local. Entre as primeiras ações da nova diretoria, que terá dois vice-presidentes — Leopoldo Raposo e Fernando Ferreira —, além de Eduardo Paurá Peres como corregedor, estão o provimento de mais de 200 cargos vagos de juiz e a expansão do Processo Judicial Eletrônico para todas as varas.

O novo presidente colocou como pilares de sua atuação a celeridade, a luta contra a corrupção e a busca pelo atendimento da demanda reprimida. Isso permitirá ao tribunal se aproximar dos cidadãos e cumprir a meta de melhorar a vida do jurisdicionado, de acordo com Frederico de Almeida Neves. Simultaneamente à luta pela celeridade na tramitação dos processos, o desembargador — que tem 26 anos de carreira — diz que pretende valorizar tanto os servidores como os juízes da primeira instância.

Para ele, o esforço em prol da celeridade deve colocar Pernambuco em destaque no cenário nacional, e contribuirão para isso ações como a audiência pela internet, "que faz parte do presente e não deve ser vista como algo para o futuro", afirma. Com o Judiciário forte, na visão de Almeida Neves, haverá retorno imediato em relação aos investimentos externos, e as indústrias também devem ser beneficiadas, o que acarretaria aumento de gastos. Eleito por unanimidade em novembro, o desembargador quer manter o diálogo com o Legislativo e o Executivo em busca de melhoria para os serviços prestados à população.

Revista Consultor Jurídico, 3 de fevereiro de 2014, 17h54

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 11/02/2014.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.