Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Solução extrajudicial

Volta Redonda (RJ) inaugura Central de Mediações

Com a missão de solucionar conflitos antes que eles se transformem em processos judiciais, foi inaugurado, no último dia 9 de abril, o Centro Judiciário de Resolução de Conflitos e Cidadania (Cejusc), no Fórum de Justiça de Volta Redonda, no Rio de Janeiro.

Com uma equipe de 12 mediadores, o Cejusc atenderá principalmente processos originários de Varas de Família, Cíveis, Juizados Especiais Cíveis e Criminais. A criação dessa central de mediações em Volta Redonda faz parte do Plano Estratégico adotado pelo Poder Judiciário estadual, que visa a estimular a mediação como instrumento de resolução de conflitos, além de ampliar sua atuação no interior.

Incentivada pelo Conselho Nacional de Justiça, a mediação visa esvaziar os processos no Judiciário, estabelecer a aproximação das partes, além do possível resgate dos relacionamentos. É um passo rumo não apenas à solução de conflitos entre as partes, mas a uma eventual reconciliação. Havendo acordo, o juiz o homologa e o processo é arquivado.

Participaram da cerimônia de inauguração a presidente do Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos (Nupemec), desembargadora Jacqueline Montenegro, e a juíza-auxiliar da presidência do TJ-RJ, Valéria Pachá, além de magistrados, servidores, representantes do Ministério Público e Defensoria Pública. Com informações da Assessoria de Imprensa do TJ-RJ.

Revista Consultor Jurídico, 15 de abril de 2014, 15h02

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 23/04/2014.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.