Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Trabalho contínuo

CNJ estuda integrar módulo de correição e inspeção ao PJe

O Conselho Nacional de Justiça estuda integrar à versão nacional e unificada do Processo Judicial Eletrônico (PJe) o módulo de inspeção e de correição, desenvolvido e já utilizado pelo Tribunal Regional Federal da 5ª Região.

Uma das vantagens apontadas para módulo é que a tramitação dos processos alvos da correição ou inspeção não é interrompida durante o trabalho de vistoria. Os processos físicos, por exemplo, têm o andamento processual paralisado para realização da correição.

“É uma ferramenta muito útil porque as inspeções e correições são realizadas periodicamente pela Justiça e são feitas como medida de acompanhamento e solução de problemas pelos juízes e corregedores”, afirmou o conselheiro Saulo Casali Bahia.

No final do mês de março, a Corregedoria-Geral da Justiça Federal utilizou o módulo pela primeira vez para realizar uma correição no TRF-5. Na ocasião, o corregedor-geral, ministro Arnaldo Esteves Lima, proferiu despacho de vista em 104 processos judiciais eletrônicos. A corte já utiliza a funcionalidade no primeiro e segundo grau. Com informações da Assessoria de Imprensa do CNJ.

Revista Consultor Jurídico, 5 de abril de 2014, 13h28

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 13/04/2014.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.