Consultor Jurídico

Celeiro de ideias

Prêmio Innovare lança sua 11ª edição no TJ-SP

A 11ª edição do Prêmio Innovare será lançada em São Paulo na próxima terça-feira (8/4), às 11h, no Tribunal de Justiça de São Paulo. O objetivo é estimular a participação dos profissionais de São Paulo no Prêmio e divulgar o banco de práticas do Innovare, que está aberto para consultas no site da instituição. As inscrições já estão abertas pelo site do Innovare e vão até o dia 31 de maio.

O evento terá a presença do ministro Carlos Ayres Britto, presidente do Conselho Superior do Instituto Innovare; o presidente do TJ-SP, desembargador José Renato Nalini; o advogado Manuel Alceu Affonso Ferreira; e o desembargador Marco Antonio Marques da Silva.

Nesta edição, o tema para concorrer nas categorias Juiz, Tribunal, Ministério Público, Defensoria Pública e Advocacia será livre. Na categoria Prêmio Especial, o Innovare dará novamente oportunidade a profissionais graduados de qualquer área do conhecimento. Para concorrer, os interessados deverão encaminhar ao Instituto Innovare iniciativas que já estejam em prática. O tema nesta categoria será “Sistema Penitenciário Justo e Eficaz”.

Segundo o diretor do Instituto Innovare Carlos Araújo, fazer o lançamento regional da 11ª Edição do Prêmio Innovare em São Paulo é uma oportunidade de estar mais perto dos operadores do Direito na cidade, que é uma das mais ativas em número de participantes desde o início da premiação.

“São Paulo concentra quase a metade da advocacia do Brasil e tem um dos mais importantes e ativos judiciários do país. Não há como pensarmos em importantes e inovadores caminhos para a Justiça nacional sem passarmos por são Paulo”, afirmou.

Desde a criação do Prêmio, em 2004, o estado de São Paulo já recebeu oito prêmios principais e oito menções honrosas, incluindo duas na 10ª edição, no ano passado.

“O prêmio Innovare já se consolidou como usina de criatividade para um universo ansioso por audácia e ousadia: o Judiciário. São Paulo sempre aplaudiu e atuou com a oferta de inúmeras experiências bem sucedidas. O essencial agora é disseminar as boas práticas e materializar em todo o Brasil aquilo que já deu certo”, afirmou o presidente do TJ-SP, desembargador José Renato Nalini.

Em relação ao tema do prêmio deste ano, o diretor-presidente do Instituto Innovare, Sergio Renault, afirmou que o objetivo é descobrir práticas que já estejam em andamento e que colaborem para a melhoria do sistema. “A nossa expectativa é de que essa discussão possa trazer um bom resultado para toda a sociedade”, disse.

Em sua 10ª edição, no ano passado, mesmo sem a premiação em dinheiro, adotada para cumprir a resolução do CNJ, o Innovare teve 12% a mais de inscritos, com 464 trabalhos. Também em 2013, o Innovare entrou para as redes sociais, criando sua fanpage no Facebook, que ajuda a disseminar ainda mais as informações sobre as iniciativas premiadas, entre a população. Na fanpage e no site do Innovare estarão disponíveis as informações para que os interessados possam incluir seus trabalhos na seleção. Com informações da Assessoria de Imprensa do Instituto Innovare.  




Topo da página

Revista Consultor Jurídico, 3 de abril de 2014, 19h08

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 11/04/2014.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.