Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Indicadores de produtividade

Magistrados concluem 1.638 processos por ano, aponta CNJ

Os 17 mil magistrados brasileiros finalizam, em média, 1.628 processos por ano, o que equivale a 4,5 processos por dia, aponta estudo do Conselho Nacional de Justiça divulgado nesta terça-feira (1º/4). Cada servidor da área judiciária, que trabalha diretamente com processos, baixa 132 processos no mesmo período. Os servidores do segundo grau baixam 102 processos, enquanto os de primeiro grau chegam a 133 (cerca de 30% mais).

A média de produtividade nos tribunais superiores — Superior Tribunal Militar (STM), Superior Tribunal de Justiça (STJ), Tribunal Superior do Trabalho (TST) e Tribunal Superior Eleitoral (TSE) — é de 5.719 processos, a cada ano, por ministro. Entre os tribunais superiores, o maior índice de produtividade é do STJ (8.488 por ministro), seguido pelo TST (6.658). O tribunal estadual mais produtivo é o do Rio de Janeiro, que finaliza 2.919 processos por magistrado.

O Índice de Produtividade de Magistrados (IPM) e o Índice de Produtividade dos Servidores do Judiciário (IPS) foram instituídos em dezembro de 2013. Os dados foram produzidos pelo Departamento de Pesquisas Judiciárias e calculados a partir da base de dados do relatório Justiça em Números de 2013, referente ao ano de 2012.

Para o conselheiro Rubens Curado, que integra a Comissão Permanente de Gestão Estratégica, Estatística e Orçamento, o relatório aponta uma “produtividade excelente”, embora ainda seja difícil dar vazão ao grande estoque de processos. “O estudo confirma o desnivelamento existente entre os tribunais brasileiros. Alguns com altíssima produtividade, outros com desempenho insuficiente. São ilhas de excelência que convivem com tribunais com processos de trabalho ainda antiquados, mas que já perceberam a importância de investir na qualificação do seu quadro de pessoal”, afirma. Com informações da Agência CNJ de Notícias.

Revista Consultor Jurídico, 1 de abril de 2014, 13h57

Comentários de leitores

3 comentários

todos os dias a gente vê isso no cotidiano, alguns juizes

daniel (Outros - Administrativa)

todos os dias a gente vê isso no cotidiano, alguns juizes trabalhando excessivamente e muitos juízes "enrolando" com despachos sem sentenciar.

Não achei

Daniel André Köhler Berthold (Juiz Estadual de 1ª. Instância)

Senhor xará: Onde, precisamente, V.Sa. leu isso?

então tem juiz que não está sentenciando nem 05 por mÊs

daniel (Outros - Administrativa)

então tem juiz que não está sentenciando nem 05 processos por mês, enquanto isto outros trabalham por três ou mais, é preciso punir os preguiçosos e premiar os que trabalham, mas fazem o contrário...

Comentários encerrados em 09/04/2014.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.