Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Eleição informal

Juízes do TRT-4 apontam preferidos para dirigir corte

Se depender da vontade da maioria dos juízes do trabalho do Rio Grande do Sul, a desembargadora Cleusa Regina Halfen será a próxima presidente do Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região (Rio Grande do Sul). Na quinta-feira (26/9), ela recebeu 166 votos dos juízes que se manifestaram em uma consulta entre os juízes do TRT-4. Participaram 206 julgadores, entre os 239 aptos a votar. A segunda colocada foi a desembargadora Ana Luiza Heineck Kruse, com 127 votos. As magistradas foram seguidas por Ricardo Carvalho Fraga (57 votos), Luiz Alberto de Vargas (34) e Ana Rosa Pereira Zago Sagrilo (20) — oito votram em branco.

A consulta tem caráter informal e não vinculativo. Na eleição oficial, marcada para o dia 4 de outubro, votam apenas os 48 desembargadores que compõem o pleno do TRT-4.  A participação dos juízes era uma antiga reivindicação da Associação dos Magistrados da Justiça do Trabalho da 4ª Região. A medida foi aprovada pelo Pleno do TRT no início de setembro, por meio de alteração no Regimento Interno. A Lei Orgânica da Magistratura diz que só os desembargadores os desembargadores podem votar.

Também foram consultada a preferência para a direção da Escola Judicial. O mais votado foi o desembargador José Felipe Ledur, com 137 votos, seguido por Alexandre Corrêa da Cruz, com 108. Os demais candidatos: Beatriz Renck (65), Ricardo Carvalho Fraga (41), Carmen Izabel Centena Gonzalez (36) e Luiz Alberto de Vargas (21). Houve quatro votos em branco.

Para o presidente da Amatra IV, Daniel Nonohay, a o grau de participação na consulta demonstra o interesse dos magistrados da 4ª Região na abertura do processo de escolha dos dirigentes. ‘‘A votação transcorreu em clima de congraçamento e integração. Como resultado, só temos ganhadores, tanto entre os candidatos, quanto entre os demais juízes e desembargadores. Todos nós estamos de parabéns. Resta, agora, aguardar a eleição pelo Pleno’’, salienta Nonohay. Com informações das Assessorias de Imprensa do TRT-4 e da Amatra IV.

Revista Consultor Jurídico, 27 de setembro de 2013, 14h46

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 05/10/2013.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.