Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

X Exame de Ordem

Instituições públicas têm maior índice de aprovação

Por 

Responsável pelo Exame de Ordem Unificado, a Fundação Getúlio Vargas divulgou nesta terça-feira (29/10) a lista com o desempenho das universidades no X Exame, que teve aprovação média de 28%. Tomando como base apenas faculdades, universidades e institutos com 16 aprovados ou mais — o número representa a média de candidatos aprovados por instituição no X Exame —, a revista Consultor Jurídico constatou que as 50 melhores instituições registraram índice de aprovação superior a 51%.

Das 50 instituições de ensino superior que ponteiam a lista, 34 são faculdades, universidades ou fundações públicas e 16 são privadas. Estão em São Paulo dez das 50 instituições, e o segundo estado mais representado na lista é Minas Gerais, com oito instituições entre as 50 com maior percentual de aprovação no X Exame da Ordem. O Paraná aparece na terceira posição, com sete universidades ou faculdades. Também estão representados os estados do Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Bahia, Santa Catarina, Espírito Santo, Rio Grande do Norte, Alagoas, Ceará, Distrito Federal, Mato Grosso do Sul e Pernambuco.

As cinco instituições públicas com melhor desempenho foram Universidade de São Paulo – campus Ribeirão Preto, Universidade Estadual Paulista "Julio de Mesquita Filho" (Unesp) – campus Franca, Universidade Federal do Paraná, Universidade Federal de Santa Maria e Universidade Estadual do Oeste do Paraná. As cinco primeiras instituições de ensino privado são Direito FGV Rio, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, FGV Direito São Paulo, Faculdade de Direito Milton Campos (Nova Lima, Minas Gerais) e Universidade Presbiteriana Mackenzie — São Paulo.

No total, inscreveram-se para o X Exame de Ordem Unificado, que ocorreu durante o primeiro semestre deste ano, 124.914 candidatos, dos quais 33.954 foram aprovados. De acordo com o coordenador nacional do Exame de Ordem da OAB, Leonardo Avelino Duarte, não há surpresas na lista de instituições. Segundo ele, o resultado é semelhante ao registrado no Exame Nacional de Desempenho de Estudantes, o que indica uma convergência entre os dados da OAB e do Enade.

Já Marcus Vinícius Coêlho, presidente do Conselho Federal da OAB, afirmou que 33% das instituições avaliadas no Enade apresentaram resultado insatisfatório. Para ele, também há relação, pois as faculdades que não foram bem no Enade apresentaram baixo índice de aprovação no X Exame. A mesma relação foi apontada por Eid Badr, presidente da Comissão Nacional de Educação Jurídica da Ordem dos Advogados do Brasil. Com informações da Assessoria de Imprensa da OAB.

[Notícia alterada em 30 de outubro de 2013, às 12h23, para correção de informação.]

Clique aqui para ver a lista completa.

 é repórter da revista Consultor Jurídico.

Revista Consultor Jurídico, 30 de outubro de 2013, 11h26

Comentários de leitores

5 comentários

Parabéns para a FGV pela aprovação record.

Junior17 (Estudante de Direito)

O impressiona é o índice de aprovação da FGV no Exame de Ordem edição X. Foram 63% de aprovação na primeira fase e 100% na segunda fase, claro que não tem nada haver com o fato de a FGV ter sido contratada pela OAB para elaborar, organizar, aplicar e corrigir a prova de Ordem, É MÉRITO E METODOLOGIA ACERTADA DA INSTITUIÇÃO DE ENSINO, o que deixa os demais estudantes de direito tranquilos porque se a FGV consegue este índice de aprovação as demais faculdades também um dia conseguirão. Merecido a FGV receber da OAB o selo "OAB INDICA", 100% DE APROVAÇÃO NA SEGUNDA FASE DA OAB NÃO É PRA QUALQUER UM, É SÓ PARA OS BONS.

Por que as Faculdade?

www.luizfernandopereira.jur.adv.br (Advogado Autônomo - Tributária)

Deveria analisar o critério individual de cada participante e não da Faculdade, pois sabe-se que o ensino de nosso País está banhado pelas cifras cada vez mais altas nas Universidades, no qual está lista ao meu ver prestigia estas no mercado. Como experiencia de vida, nenhuma Universidade preparam ninguém para nada, apenas dá um mínimo de suporte para que o aluno se dedique para galgar seus objetivos profissionais. É mérito dos alunos que dedicaram-se ao estudo do que das Faculdades/Universidades. Parabéns aos alunos dedicados!

Porque 16?

Luana Pedrosa Feitosa (Advogado Assalariado - Civil)

Porque 16 alunos? Não seria mais apropriado se fosse um número redondo, tipo 10 alunos? Afinal, a margem entre esses números é pequena e 10 alunos já seria o bastante para evitar que aquelas que tiveram um ou dois inscritos ficassem no topo? Sei não....

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 07/11/2013.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.