Consultor Jurídico

Notícias

Gaveta profunda

Caso Alstom exemplifica falhas já conhecidas de procurador

Comentários de leitores

10 comentários

Tremeu a terra no Olimpo.

Bellbird (Funcionário público)

Quando da PEC 37, ouviamos que o povo (TV GLOBO) queria o MP investigando. " Querem acabar com o poder do MP investigar os corruptos". De repente vejo isso. Como é possível um ser que está acima do bem e do mal, que te alma pura e perfeita fazer-se esquecer aquele documentinho na gaveta. Já dizia o nobre ministro Barroso.
"Pois bem: não se deve ter a ilusão de que o desempenho, pelo Ministério Público, do papel que hoje cabe à Polícia,manteria o Parquet imune aos mesmos riscos de arbitrariedades, abusos, violência e contágio. A visão crítica que os militantes dos direitos humanos devem conservar em relação ao modelo atual – e, conseqüentemente, o compromisso com a sua transformação –, não nos exonera da obrigação de
encarar com realismo as fórmulas alternativas, para que se façam escolhas conscientes"

Uma palavra:

Lucas Carvalho de Freitas (Advogado Associado a Escritório - Criminal)

Vergonha!

Decepcionante

Francisco Lobo da Costa Ruiz - advocacia criminal (Advogado Autônomo - Criminal)

Se verdadeiros os fatos, é de se lamentar o proceder do acusador público em referência. E o MPF deve uma explicação à sociedade, salvo se estiver de acordo com a forma de atuação noticiada.

Ineficiência

JUNIOR - CONSULTOR NEGÓCIOS (Professor)

Quem vai controlar o fiscal da lei?
Controle externo já do MP.

Acusações II

Marcos Alves Pintar (Advogado Autônomo - Previdenciária)

E o que está escrito em http://www.brasil247.com/pt/247/sp247/112596/ tem algum fundo de verdade?

Acusações

Marcos Alves Pintar (Advogado Autônomo - Previdenciária)

Alguém sabe dizer que o que está escrito em http://wwwterrordonordeste.blogspot.com.br/2013/10/rodrigo-de-grandis-o-prevaricador-da.html é verdade?

Eleições já!

Marcos Alves Pintar (Advogado Autônomo - Previdenciária)

O que é pior nisso tudo é que "a grande galera" quer procurar a ineficiência da tutela penal no Brasil em suposta "legislação branda" quando basta lançar algumas luzes sobre qualquer caso para se descobrir um amplo universo de ineficiência, incompetência, corrupção, uso da máquina pública para interesses privados, sem que ninguém se dê conta da gravidade de tudo isso. Quantos milhões de reais foram gastos com as "operações" mencionadas na reportagem? Quantas investigações e ações penais poderiam ter sido deflagradas contra reais criminosos com tudo o que foi gasto de tempo e recursos? O Brasil não precisa de novas leis, nem de novos códigos, nem de "fórumulas mágicas" para resolver o problema da criminalidade, mas sim começar a esgolher com rigor quem exercerá as nobres funções do Ministério Público e a investigação criminal, preferencialmente por eleição direta.

Absurdo

Advogado Santista 31 (Advogado Sócio de Escritório - Civil)

Agora o site resolveu publicar o meu caso que estava correndo na justiça federal? e quanto a nota divulgada? e mais: o caso todo da investigação da Alstom e que está nas mãos dele e o imbróglio todo acabou me vingando quanto ao processo que ele deu entrada contra mim. Se surgirem provas de que houve desidida por parte dele no caso Alstom e houver algo que incrimine ele na Satiagraha, ai que eu entro com ação rescisória contra o acordo. E processo ele e a juíza substituta que me admoestou na audiência com prisão por crime de desacato, ainda mais estando na condição de réu e advogado. Pra não restar duvidas: Meu nome é Osmar Alves Bocci e o meu direito a opinião não deve ser calado. Viva a Democracia e abaixo a ditadura dos chamados crimes de opinião.

Querela

Marcos Alves Pintar (Advogado Autônomo - Previdenciária)

A propósito, a querela entre De Grandis e o comentarista “Advogado Santista 31", ao que parece tratada no processo 0008517-70.2011.4.03.6181 da 5.ª Vara Federal Criminal de São Paulo, sigiloso, parece ter terminado em um acordo, conforme podemos verificar por essa decisão proferida pelo TRF3:
.
"AGRAVO REGIMENTAL EM HABEAS CORPUS Nº 0013138-58.2013.4.03.0000/SP
RELATOR: Juiz Convocado MÁRCIO MESQUITA
IMPETRANTE: OSMAR ALVES BOCCI
PACIENTE: OSMAR ALVES BOCCI
ADVOGADO: OSMAR ALVES BOCCI
IMPETRADO: PROCURADORIA DA REPUBLICA NO ESTADO DE SAO PAULO
AGRAVADA: DECISÃO DE FOLHAS
No. ORIG.: 00085177020114036181 5P Vr SAO PAULO/SP
.
EMENTA
PROCESSUAL PENAL. HABEAS CORPUS VISANDO TRANCAMENTO DE INQUÉRITO. CRIMES CONTRA A HONRA. INDEFERIMENTO LIMINAR DO WRIT. INTERPOSIÇÃO DE AGRAVO REGIMENTAL. INFORMAÇÃO DA AUTORIDADE IMPETRADA DE QUE AS PARTES CONCILIARAM-SE. PREJUDICIALIDADE DO AGRAVO REGIMENTAL.
1. Agravo Regimental interposto contra a decisão que indeferiu liminarmente o habeas corpus, impetrado objetivando o trancamento do inquérito policial nº 0008517-70.2011.403.6181.
2. A autoridade impetrada informou que as partes conciliaram-se em feito que se discute a prática de crimes contra a honra, nos termos do artigo 519 e seguintes do Código de Processo Penal.
3. Assim, não há mais que se cogitar de constrangimento ilegal derivado da tramitação de inquérito policial, onde o paciente figure como investigado. O ato coator que ensejou a propositura do habeas corpus, o qual o agravante pretende ver retomado o processamento, não mais subsiste,
4. O agravo perdeu o seu objeto."
.
Por aí se vê que o sistema do TRF3 é uma piada pois não resguarda o sigilo dos processos sigilosos.

Rápido e certeiro

Marcos Alves Pintar (Advogado Autônomo - Previdenciária)

Curioso. Pelo que consta desta reportagem aqui http://www.conjur.com.br/2013-jun-12/trf3-nega-hc-advogado-acusado-difamar-procurador-conjur De Grandis agiu bem rápido quando o assunto era ingressar com uma ação penal contra o comentarista “Advogado Santista 31".

Comentar

Comentários encerrados em 5/11/2013.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.