Consultor Jurídico

Artigos

Compramos um beagle

Não enalteço quem furtou os cachorros, mas há valor moral

Comentários de leitores

8 comentários

Seria diferente??

Alexandre Ricardo Menegon (Funcionário público)

Seria diferente se ativistas ambientais começassem a invadir casas destruindo todos os aparelhos eletrônicos e outros utensílios modernos, alegando que seu produção e uso estão causando a destruição do planeta e a extinção de várias espécies???

Haveria, sim valor moral, se...

Azimute (Consultor)

Se, por exemplo, invadissem um desses incontáveis asilos para velhinhos, em geral em precárias condições de manutenção, e "resgatassem" os internos, para lhes dar vida melhor.
A problemática esta muito além do que o mero e ligeiro olhar denota. Daqui a pouco essa turma estará invadindo laboratórios de toda parte, para "resgates compassivos", já que a imensa maioria dos fármacos é testada primeiramente em animais, ou seres vivos, como queiram.
O custo social/vital está intrínseco à existência humana. É uma infelicidade tal constatação, mas é a realidade.
Agora, "salvar" animais, em detrimento, por exemplo, de idosos (que pensam, sofrem "n" situações), e são esquecidos, me parece de uma demagogia extrema, inaudita. FALEI!
clubedepilantras blogspot com

Emeaça à segurança nacional

Marcos Alves Pintar (Advogado Autônomo - Previdenciária)

Vejam essa, enquanto o Brasil importa médicos:
.
" Ativistas invadiram e interromperam na manhã desta quarta-feira (23) uma aula prática do curso de medicina da PUC (Pontifícia Universidade Católica) de Campinas (a 93 km de São Paulo) em que porcos estavam sendo operados pelos alunos.
.
Eles filmaram o procedimento e saíram após a segurança ser acionada. O professor que orientava os alunos, Joaquim Simões Neto, registrou boletim de ocorrência do caso.
.
(...)
.
O grupo invasor faz parte do CIA (Compaixão, Informação e Atitude Animal), um dos coletivos que participaram do resgate dos beagles do Instituto Royal, em São Roque (a 66 km de São Paulo), na semana passada."
.
fonte: http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/2013/10/1361736-grupo-de-ativistas-invade-aula-pratica-com-porcos-na-puc-campinas.shtml
.
Isso sim é que é ameaça à segurança nacional.

Câncer

Observador.. (Economista)

No Brasil não há humildade nem diante das evidências. Quem já teve familiares com câncer e sabe como é devastadora tal doença,não tem como não se chocar com tal artigo.
Como uma sociedade tosca e imediatista pode ser nociva à ponto de subverter valores.
Lamentável.

Exercício arbitrário das próprias razões? Pode?

Alexandre Ricardo Menegon (Funcionário público)

Acho que esse tipo de atitude não pode ser aplaudida de forma alguma ou estaremos num faroeste, além do mais o repúdio já existe em nosso código penal:
Exercício arbitrário das próprias razões
Art. 345 - Fazer justiça pelas próprias mãos, para satisfazer pretensão, embora legítima, salvo quando a lei o permite:
Pena - detenção, de quinze dias a um mês, ou multa, além da pena correspondente à violência.
Parágrafo único - Se não há emprego de violência, somente se procede mediante queixa.

Quase deuses

Zé Machado (Advogado Autônomo - Trabalhista)

Após assistir ao filme Quase deuses, retratando uma estória real, pude sentir a grandeza da utilidade dos animais nas pesquizas cietíficas, sendo, portanto, salvas milhões e milhões de crianças no mundo. É compreensível o apego excessivo a animais, seus benefícios e perigos!
O que não se justifica é uma turba cometer crimes ao invés de protesto. Pergunta-se: a serviço de quem estavam? Porque não deixaram o Ministério Público cumprir sua função institucional? E o dinheiro público perdido no investimento para pesquisas e seus resultados! Sinceramente, essa turba não é digna de respeito algum. Repudio anarquia, desordem e caos social. Ou então, tirem a tarja da nossa querida bandeira: Ordem e Progresso".

Valor moral???

Prætor (Outros)

Destruir um laboratório onde desenvolvidas pesquisas para medicamentos contra o CÂNCER????
Ainda que houvesse maus-tratos de animais (o que em ABSOLUTO RESTOU DEMONSTRADO, até pela destruição do lugar), o MEIO EMPREGADO, violento, truculento, criminoso JAMAIS poderá ser motivo de elogios por quem que se diga defensor dos valores democráticos!
Democracia não combina com o crime!
Democracia não combina com a violência!
Tenha santa paciência!

Crime

Marcos Alves Pintar (Advogado Autônomo - Previdenciária)

A meu ver, inexiste diferença entre alguém invadir um banco e roubar o cofre sob o argumento de que o dinheiro ali encontrado foi roubado do povo e alguém invadir um laboratório privado e furtar cães sob o argumento de que ali se pratica condutas desumanas. Em ambas as situações temos furto na forma qualificada, sujeitando os autores à penas da lei. De qualquer forma, como a lei penal é esticada ou encolhida de acordo com o sabor do vento, restaria ainda a responsabilização dos agentes pela prática do crime de exercício arbitrário das própria razões. Se entendem que os cães não podem estar ali, ou que estão sendo submetidos a tratamento incorreto, que ingressem com as medidas cabíveis. Não se pode tolerar em um contexto democrático que todo aquele que se acha detentor de um direito saia por aí o exercendo diretamente.

Comentar

Comentários encerrados em 1/11/2013.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.