Consultor Jurídico

Notícias

Proteção nos EUA

Lei que autoriza professor a usar armas não é exemplo

Comentários de leitores

10 comentários

Mais equívocos...

Mig77 (Publicitário)

O desarmamento é apenas parte de um enorme problema.Desarmar é salutar pela própria essência,vidas não foram feitas para serem ceifadas.Que bonito !!! Mas isso não funciona em lugar nenhum do mundo.Aqui existem outros incentivos a criminalidade como por exemplo bolsa-presidiário, impostos excessivos, corrupção em todas as camadas de A a Z Código Penal frouxo etc.É visceral.Claro que um cidadão tem o direito de ter uma arma para se defender.Pelo seu tamanho e pela sua insignificância moral o Brasil precisa ser bélico.Equipar suas forças de segurança mas também o povo não pode ficar a mercê de leis vagabundas criadas pelos filhos da ditadura, pois quando começou a fazer água a ditadura criou os FHCs e Lulas da vida que aprovaram quase todas as leis que beneficiam bandidos (contra-revolucionário não é bandido até que roube e cometa outro crime qualquer).Quanto ao exemplo em Israel da professora armada, não poderia ser mais infeliz.Os judeus devem agredir a Alemanha (do holocausto)pois o povo era consciente, a conversa de rebanho não cola e não os legítimos donos das terras que a ONU os relocou para criar o Estado de Israel.A arma tem que existir.Os embates envolvem pelo menos 2 lados.O brasileiro deverá armar-se, a Palestina também.Agora, quando um americano espana e sai atirando não tem jeito.É mais embaixo.Lá os motivos são menores, pois é um belíssimo país.Cabe mais estudo e explicação.

Eduardo_ (Outro)

Observador.. (Economista)

Obrigado pelo alerta.É possível que minha premissa esteja equivocada.Mas não acho.Já existem dados mostrando que, após campanha e alteração na lei do porte de armas ( ficou mais rigorosa )o crime, ao contrário do que se imaginava, aumentou.Lojas de armas fecharam.Acesso à munição ficou mais restrito.É um fato.Já os bandidos continuam como antes.O que, no meu sentir, seria o óbvio a se esperar.Carecemos de estrutura, somos país continental com fronteiras porosas e por aí vai.
De qualquer forma, acho importante o debate.Não quero "estar certo" em nada.Gostaria apenas que os fatos tivessem um peso em nosso debate.
E um fato gritante é que, no Brasil, tem ocorrido um aumento exponencial de homicídios, apesar de - supostamente - a sociedade ter mais dificuldade de acesso às armas e das melhoras econômicas sofridas depois do Plano Real ( colocavam a pobreza como causa da violência ).
Isto tem que ser pensado.

a bandidagem unida agradece a colaboração do estado

hammer eduardo (Consultor)

O grande " X " por tras da demagogica e histerica campanha do desarmamento tem a ver com a cartilha esquerdopata do governo petista que reina atualmente no Brasil com a ajuda dos esfomeados e aproveitadores em geral. Um dos pontos importantes do ideario comunista é manter permanentemente a População civil "embaixo da bota" e esfriar qualquer possibilidade de revolta popular. Na outra ponta deste processo imundo , se desmoraliza continuadamente as Forças Armadas e conduz as mesmas a um premeditado sucateamento.
Lembremos que a campanha do desarmamento e a da dita "lei seca" tiveram ENORME apoio das Organizações Globo, que não tem nunca um lado bem definido das coisas , sobreviveram a milicada por 21 anos e hoje se associariam ate a Saddam Husseim se fosse candidato no Brasil.
A outra ponta mostra que desarmaram uma boa parte da População ( os mais "impressionaveis" e incautos de sempre) porem uma boa parte guardou seu pau de fogo embaixo do colchão pois sabem com certeza que não houve e nem nunca haverá um aparato do estado para protege-lo em situações extremas. Nossa "puliça" ou é mal preparada ou pior do que os "outros" bandidos que deveria combater , nem precisam acreditar em mim , basta ver na televisão ou abrir um jornal.
O desarmamento "made in Brasil" criou condições excelentes de trabalho para os marginais que tem uma quase certeza de não serem reprimidos em suas investidas. Crimes banais com armas acontecem na America , na Europa etc porem la o estado procura cumprir a sua parte , diferente daqui.
Não vou dizer que se deva bancar o John Wayne e andar da cartucheira nas ruas mas AO MENOS para ter em casa tinha que ser liberado dentro de premissas elementares de comportamento social.

Kleberson Kuhn (Advogado Autônomo)

Observador.. (Economista)

Com todo respeito, Dr.Kleberson, o Brasil é exemplo do que, neste caso da violência armada?
Os EUA tem praticamente o dobro da nossa população e quase 1/5 das nossas taxas de homicídios.
Isto não pode ser deixado de lado...

Exemplo?

HenriqueJW (Administrador)

Exemplo é o Brasil que possui uma taxa de homicídio superior a 50 mil POR ANO, enquanto nos EUA essa taxa é de 13 mil. Estatuto do Desarmamento mata, e mata muito. Quero de volta o meu direito de me defender, não serei a vítima!

Menos armas

Kleberson Advogado Liberal (Advogado Autônomo)

Sou a favor do desarmamento da população. A presença de armas na sociedade acarreta mortes estúpidas. Assassinatos no trânsito, em brigas de bar, por cabeça quente. Mesmo em assaltos, a presença de armas só vai acarretar em mortes. Ao tentar se defender a pessoa perderá a vida.
É óbvio que se o Estado quer incentivar o desarmamento dos cidadãos de bem, deve tomar medidas drásticas e eficiêntes para desarmar os "maus". Fiscalização nas fronteiras de forma inteligente, com tecnologia.
E acho que o debate sobre o desarmamento deveria ser global. A meta deveria ser a redução da própria fabricação das armas. Claro que é uma missão difícil, a de convencer aos países ricos a reduzirem a fabricação. Mas alguém deveria levantar a bandeira, e ninguém melhor que o Brasil.

Só falta combinar com os russos!

Diogo Duarte Valverde (Advogado Associado a Escritório)

"'Armas não têm lugar em nossas escolas. Ponto final.'"
.
Hummm...é mesmo, é? Falta combinar com os russos, ou seja, os bandidos. Afinal, o bandido sempre pode ter a opinião de que a arma dele tem, sim, um bom lugar nas escolas. E então, por causa de ideologia besta, a arma dele será sempre a única.

Prezado observador

_Eduardo_ (Outro)

A sua colocação parte de uma premissa absolutamente equivocada.
A suposta onda de criminalidade a que você se refere não veio depois das discussões de desarmamento por uma simples razão: o Brasil não adotava antes uma política armamentista. A discussão do desarmamento, verdadeiro engodo nacional, não modificou em nada o panorama brasileiro.
Isso porque, a própria lei brasileira já previa e continua prevendo, que o porte de arma é a exceção e somente é possível em limitadas hipóteses legais.
Não houve em nenhum momento uma efetiva modificação desta política. Em nenhum momento o cidadão brasileiro, após a discussão do desarmamento, passou a estar desarmado, pois, em regra, os meios lícitos de porte de arma sempre foram restritos.

Falta coragem no Brasil

Observador.. (Economista)

Fizeram um arrastão em uma churrascaria conhecida em SP.Fazem arrastões em bares, restaurantes, condomínios, casas etc.
Todo este "boom", no mercado do crime, surgiu após os diversos incentivos ao desarmamento.
O ser humano - ao menos grande parte - tem a tendência a, sem regras, sabendo que não encontrará reação e imaginando que ficará impune, se entregar aos instintos mais primitivos e à solução de suas demandas, sem se importar com o alheio, com o outro.
Discutir isto, em um país como o nosso, se tornou quase impossível.Falta coragem.Somos reféns de um pensamento único.O debate não é permitido.Sem agressões e de forma séria.
As soluções são sempre as poéticas."Eu quero paz" etc.
Não adianta querer paz se outros querem a guerra.E estamos vivendo uma guerra civil.Só não vê quem não quer.
Há um adágio romano que não deve ser esquecido:
Si Vis Pacem, Para Bellum

Tomara que seja uma tendência! Igual em Israel

E. COELHO (Jornalista)

Tomo a liberdade de colar parte do texto escrito sobre Joseph Farah sobre COMO DETER A MATANÇA DE INOCENTES
.
A verdade é que todo dia civis armados impedem assassinatos em massa.
.
Depois do massacre na Escola Primária Sandy Hook, será que deveríamos deixar que os políticos e os meios de comunicação estatais que vivem cercados de seguranças armados o tempo inteiro ofereçam exatamente a prescrição errada para deter a matança de mais inocentes?
.
Assim como dá para prever o avanço dos ponteiros do relógio, dava para prever que aqueles que buscam um monopólio estatal sobre o poder de fogo explorariam uma tragédia como essa para impor soluções inconstitucionais, contraprodutivas e antiamericanas para resolver uma bagunça que eles ajudaram a criar.
.
Permita-me lhe dar algumas coisas para pensar — coisas que você provavelmente não ouvirá nem lerá em nenhum outro lugar.
.
Primeiramente, considere a razão por que Israel, uma nação cercada por loucos que buscam matar crianças judias inocentes de todos os jeitos que puderem, raramente vê os tipos de carnificina que os EUA testemunharam em Newtown, Connecticut. Posso lhe mostrar numa única foto, que não requer nenhuma explicação adicional. (veja a foto no site abaixo)
.
http://www.midiasemmascara.org/artigos/desarmamento/13704-como-deter-a-matanca-de-inocentes.html
.
O massacre de Sandy Hook poderia ter sido minimizado, ou até mesmo totalmente impedido, se apenas uma professora ou diretora da escola estivesse armada — uma professora como a que você está vendo nessa foto de uma escola primária de Israel.

Comentar

Comentários encerrados em 19/03/2013.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.