Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Sabatina no Senado

Grupos religiosos preparam ofensiva contra Barroso

Grupos religiosos integrados estão preparando uma ofensiva para tentar derrubar a indicação do advogado Luís Roberto Barroso para o Supremo Tribunal Federal. Advogado constitucionalista, Barroso tem uma atuação marcante na área dos direitos humanos e enfrenta resitência de católicos e evangélicos. As informações são da Folha de S.Paulo.

A ofensiva será deflagrada no Senado, onde Barroso será sabatinado. Os representantes de grupos religiosos esperam conseguir apoio de parlamentares ligados à Igreja Católica e a evangélicos. "Vamos fazer uma espécie de dossiê com todas as declarações dele sobre os assuntos que nos são caros", disse o advogado Paulo Fernando, do grupo Pró-Vida, ligado à Igreja Católica. "Dificilmente o nome dele será derrubado, mas ele precisa saber que estamos de olho", disse.

No STF, defendeu pesquisas com células-tronco e a equiparação das uniões homoafetivas às uniões estáveis convencionais. O nome do constitucionalista agradou aos ativistas homossexuais. "Foi a melhor pessoa para a nossa comunidade", diz texto de Toni Reis, secretário de Educação da Associação Brasileira de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais. A indicação de Barroso também foi comemorada por advogados e pelos próprios ministros do Supremo, assim que o nome do constitucionalista foi anunciado para integrar a corte.

A indicação de Barroso foi lida nesta sexta-feira (24/5) no Senado. Ele terá de passar por uma sabatina na Comissão de Constituição e Justiça, em junho, e por uma votação no plenário.

Revista Consultor Jurídico, 25 de maio de 2013, 15h16

Comentários de leitores

8 comentários

Quanto preconceito religioso!

Munir (Professor)

Quanto preconceito face à manifestação religiosa!!! Por que os religiosos não podem se manifestar?!! Por que tanta discriminação, preconceito e intolerância contra eles??

Perderam a gênese

Marcos Alves Pintar (Advogado Autônomo - Previdenciária)

Mas afinal, o que os grupos religiosos querem? Que o próprio Jesus Cristo desça dos céus e vire ministro do STF? As religiões enfrentaram ao longo dos séculos o pesadelo a intolerância. Guerras foram travadas e milhares de pessoas morreram até que fosse universalmente aceito que cada um pode professar sua fé, sem ser incomodado. Mas, agora, com a liberdade, as religiões querem impor suas "visões de mundo" a todos os demais, inclusive aos de outras religiões?

Hora da democracia !

MSRibeiro (Administrador)

Escrevamos para os nossos senadores para que apoiem a nomeação do eminente advogado.A democracia existe para isso.

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 02/06/2013.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.