Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Fraudes financeiras

Justiça do Ceará decreta falência do Grupo Oboé

A Justiça do Ceará decretou, na terça-feira (21/5), a falência das empresas do Grupo Oboé: Oboé Tecnologia e Serviços Financeiros S/A; Cia. de Investimento Oboé; Oboé Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários S/A; Oboé Crédito, Financiamento e Investimento S/A.; além da Oboé Holding Financeira S/A, controladora do grupo sediado em Fortaleza. A decisão é da 2ª Vara de Recuperação de Empresas e Falências. As informações são do jornal O Povo.

Em fevereiro de 2012, após intervenção, o Banco Central decretou a liquidação extrajudicial de todas as empresas do conglomerado. Segundo a Justiça, as empresas cometeram fraudes que chegam a R$ 280 milhões.

“Não resta dúvida de que há evidências de que o presente grupo de fato desenvolvia atividades fraudulentas, traduzidas nas movimentações financeiras das sociedades interligadas, objetivando desviar bens das sociedades em estado de insolvência”, disse o juiz Cláudio de Paula Pessoa na sentença. Ele estendeu os efeitos da falência à Advisor Gestão de Ativos S/A. e a José Newton Lopes de Freitas, controlador das empresas.

Revista Consultor Jurídico, 24 de maio de 2013, 11h22

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 01/06/2013.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.