Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Revisão de metas

CNJ discute planejamento estratégico do Judiciário

O planejamento estratégico do Judiciário para o período entre 2015 e 2019 será discutido em grupos de trabalho promovidos pelo Conselho Nacional de Justiça. Os comitês e subcomitês foram criados nesta sexta-feira (14/6) no I Encontro de Trabalho para a Revisão do Planejamento Estratégico do Poder Judiciário, promovido pelo CNJ em Brasília. Cada segmento da Justiça terá um comitê para organizar os debates, além de subcomitês regionais.

Para compor o comitê gestor nacional, o Tribunal Regional do Trabalho da 12ª Região representará a Justiça do Trabalho, os tribunais regionais eleitorais de Minas Gerais e Pernambuco representarão a Justiça Eleitoral; os tribunais de Rondônia e Pernambuco representarão a Justiça estadual e o Tribunal da Justiça Militar do Rio Grande do Sul, e o Superior Tribunal Militar, a Justiça Militar.

Um primeiro esboço dos temas para o planejamento estratégico deve estar pronto até 5 de julho e ser aprovado pelos participantes do VII Encontro Nacional do Poder Judiciário, previsto para novembro. Alguns temas, porém, já são consenso: o combate à improbidade administrativa e à corrupção, estratégia de atuação com grandes litigantes, execução fiscal e não fiscal e inovação tecnológica.

A descentralização do processo tem por objetivo levar em conta as peculiaridades de cada corte, segundo o juiz auxiliar da presidência do CNJ, Clênio Schulze. Entre outros objetivos, a iniciativa pretende transformar a cultura institucional das cortes e promover a governança colaborativa. Com informações da Assessoria de Imprensa do CNJ.

Revista Consultor Jurídico, 17 de junho de 2013, 13h48

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 25/06/2013.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.