Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Momento histórico

OAB cria comissão para discutir reforma política

A primeira reunião da Comissão da Reforma Política da seccional paulista da Ordem dos Advogados do Brasil, que ocorreu no dia 2 de julho, resultou em duas linhas que o órgão deverá seguir durante os próximos encontros: a pragmática, analisando a possibilidade de plebiscito mencionada pela presidente Dilma Rousseff, e outra que deve tratar a questão de forma mais ampliada e profunda.

O presidente da OAB de São Paulo, Marcos da Costa, compareceu ao evento e, durante discurso, explicou que este “é um momento histórico, de debater ideias e o processo político, que tem de ser discutido por todos e, certamente, a advocacia de São Paulo e nossos grandes juristas têm uma valiosa contribuição a dar para construir algo de positivo”.

Criada para que levantar as propostas que, posteriormente, serão apresentas à sociedade, a Comissão de Reforma Política é presidida pelo jurista Ives Gandra Martins e tem como membros Dalmo de Abreu Dallari, José Afonso da Silva, Cláudio Salvador Lembo, Samantha Ribeiro Meyer-Pflug,  Alexandre de Moraes, Maria Garcia, Almino Monteiro Alvares Affonso, Alberto Lopes Mendes Rollo, Dirceo Torrecillas Ramos, Ney Edison Prado e Antonio Carlos Rodrigues do Amaral.

Revista Consultor Jurídico, 13 de julho de 2013, 13h31

Comentários de leitores

4 comentários

\"ouvir...\"

Flávio Haddad (Advogado Autônomo)

Desejo que nesta ocasião os advogados sejam efetivamente ouvidos pela comissão de "notáveis" e que a Ordem não reproduza apenas a opinião pessoal de seus dirigentes !!

Sistema político atual

Zé Machado (Advogado Autônomo - Trabalhista)

No nosso sistema político e eleitoral atual, os políticos têm seu futuro garantido; o povo brasileiro não! As mudanças são tão necessárias, que justificariam a instalação de uma Assembléia Nacional Constituinte. É necessário levar isso a sério, sob pena de se inviabilizar o pais nos seus vários segmentos. 200 bilhões anuais pelo ralo da corrupção é preocupante. Se alguns paises desenvolvidos redsolveram o problema, não podemos perder as esperanças.

Política da desordem

Marcos Alves Pintar (Advogado Autônomo - Previdenciária)

De qual política estão falando? Das modificações que a OAB precisa?

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 21/07/2013.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.