Consultor Jurídico

Notícias

Efeito Snowden

Microsoft colabora com sistema de espionagem dos EUA

Comentários de leitores

12 comentários

Softwares gratuitos

_Eduardo_ (Outro)

No órgão público em que trabalho utilizamos o BROffice, que é gratuito.
Há diversas plataformas gratuitas. É preciso sua expansão. Mais que isso, é preciso também quebrar o preconceito dos usuários que por não estarem acostumados a interface de outros softwares tendem a achar pior que estes comercializados a preços absurdos.

A solução é fazer um "pool" e processar essa gente lá

Sérgio Niemeyer (Advogado Sócio de Escritório - Civil)

Vamos organizar-nos em um grupo enorme de gente lesada com essas práticas espúrias, que pregam uma política de privacidade mentirosa, para processar a Microsoft, a HP, e pedir zilhões de indenização e "punitive damages" por "breach of contract" (quebra do contrato e da boa-fé objetiva). Mas vamos processá-los lá, na terra deles, diante de um grande júri. As indenizações serão tantas e tão elevadas que esse pessoal vai quebrar!
.
(a) Sérgio Niemeyer
Advogado – Mestre em Direito pela USP – sergioniemeyer@adv.oabsp.org.br

Vamos fazer o mesmo, pois não?

Observadordejuris (Defensor Público Estadual)

Chegamos à era da guerra cibernética, sem dúvida. Resta para nossas instituições responsáveis por nossa segurança, tanto interna quanto externa, prepararem-se tecnologicamente. E, a propósito, onde estava o serviço de informação do governo brasileiro, que não detectou essa ameaça? Nada resolverá jogar a culpa nos americanos. Eles são os melhores, porque estão sempre na vanguarda. O que nos impede tê-los como paradigma nessa área? Seria, porventura, o nosso incômodo "complexo de cachorro vira-lata!

Insegurança total

Marcos Alves Pintar (Advogado Autônomo - Previdenciária)

Vejam essa: http://br-linux.org/2013/01/hp-colocou-backdoor-de-acesso-root-em-todos-os-sistemas-de-storage-hp-storevirtual.html

MP, onde está você ?

Francisco Lobo da Costa Ruiz - advocacia criminal (Advogado Autônomo - Criminal)

Por que tanta grita e revolta ? Investiguem, mas não muito ! É melhor transferir para os MPs as bisbilhotagens, conbina melhor com Suas Excelências e a insegurança jurídica reinante neste país de covardes, que sempre tiveram atração pelos americanos.

lei do menor esforço

frank_rj (Outro)

com um pequeno esforço de aprendizado, qualquer um pode instalar e utilizar em casa e corporativamente softwares livres.
tem razão quem fala da incompetência em grande parte dos setores de ti. ao menos do judiciário posso confirmar, pois nomeiam juízes gestores e palpiteiros de áreas que pouco ou nada dominam. todavia, existe também a estratégia dos grandes grupos, incluindo a microsoft, ofertando pacotes de licenças e suporte quase de graça para setores de interesse, especialmente ao setor público, a fim de combater o open source e a concorrência.

Discussão que não chegou às massas no Brasil

Marcos Alves Pintar (Advogado Autônomo - Previdenciária)

A questão do software livre e aquisição de licenças de software proprietário por governos e órgãos governamentais foi extensamente discutida nos últimos anos, embora essa discussão nunca recebeu qualquer atenção da mídia brasileira (a Microsoft e outras empresas do ramo são grande anunciantes). Basicamente o órgão governamental pode ser valer inteiramente de softwares livres, porém com trabalho extra do setor de informática para instalar, configurar e adaptar os softwares que são fornecidos pela comunidade, ou comprar um "pacote fechado" vendido por uma empresa. Segundo os estudos, a utilização do software livre a longo prazo é muito mais econômico e viável, já que embora exista um impacto inicial para instalação e aquisição de conhecimento por parte do pessoal técnico, a longo prazo só há benefícios. Mas o fato é que, conforme constatado em todo o mundo (isso não é um problema brasileiro) as empresas de software assediam e corrompem os responsáveis por decidir qual opção vai se adotar, ou seja, se será adquirido um sistema proprietário ou se utilizará de uma ferramenta livre. Assim, no final das contas o servidor responsável por decidir apresenta sempre um "projeto de necessidades" que corresponde exatamente ao software que uma empresa já tem pronto, que acaba "servindo como uma luva". Quando há licitação, essas são direcionadas a certo tipo de programa, que uma empresa já tem pronto. É justamente por isso que os sites e programas de governo em geral são péssimos, com dificuldades de acesso e diversas interrupções, como ocorre por exemplo com o sistemas do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, como todos sabem um caos.

Vida longa ao open source

Otaci Martins (Administrador)

É nessas horas que se percebe o acerto de abraçar o software de código aberto. Uso Linux desde 2003 e sempre desconfiei da caixa preta Microsoft. As pessoas precisam deixar de ser escravas do Windows, do Excel, do Word e de outras soluções feitas para aprisionar para sempre. Impressionante que até grandes empresas como o Bradesco OBRIGAM o cliente a usar Windows como requisito do internet banking de pessoa jurídica. Muitos órgãos da administração pública brasileira, completamente mal assessorados no campo da tecnologia da informação, desenvolvem sites que requerem o Internet Explorer para acessá-los. Outro dia vi um tribunal no Rio de Janeiro abrindo uma licitação para gastar milhões de reais em aquisição do MS Office tendo a alternativa do LibreOffice, que claro, não conhecem ou não querem conhecer por incompetência de seus quadros de pessoal de TI e má vontade política. E a sana de se atirar às redes sociais sem o menor cuidado com o que se informa sobre si e o que se comenta, acreditando que está seguro? Cuidemo-nos todos, pois estamos sob estreita vigilância.

Migração

Marcos Alves Pintar (Advogado Autônomo - Previdenciária)

A propósito, comprei o Windows 8 da Microsoft pelo preço promocional de R$69,90 há alguns meses. Instalei e vi que fui vítima de um engodo, pois como sou usuário de Linux a versão que me foi vendida não funcionava. Reclamei e a Microsoft me devolveu o dinheiro e pediu desculpas. Depois recebi vários e-mail me convidando a instalar novamente o Windows 8 para testes por 90 dias, gratuitamente. Instalei no computador de uma de minhas secretárias para testar, e ela logo estava reclamando e pedindo que voltasse para o Linux. Apaguei completamente o sistema em poucos dias, nos termos da licença (poderia ao final de 90 descartar o sistema ou comprar uma nova licença). Assim, o conselho que dou a quem quiser migrar e fugir dos rastreios da Microsoft (e sabe lá mais de quem junto) é ir em frente sem medo.

Isso é um escândalo pior do que Watergate Nixon

Sérgio Niemeyer (Advogado Sócio de Escritório - Civil)

Será que o mundo vai assistir a tudo isso de braços cruzados?
.
(a) Sérgio Niemeyer
Advogado – Mestre em Direito pela USP – sergioniemeyer@adv.oabsp.org.br

Vamos todos dizer não à Microsoft.

Sérgio Niemeyer (Advogado Sócio de Escritório - Civil)

Migremos para o Linux ou qualquer outro sistema. Se todos agirem assim, a Microsoft vai quebrar por ter quebrado a confiança dos usuários seus consumidores.
.
Esta é a melhor resposta que se pode dar a governos e empreendedores que não respeitam a fé e a confiança neles depositadas pelas pessoas em geral. E será feita uma revolução global, sem guerra nem sangue.
.
(a) Sérgio Niemeyer
Advogado – Mestre em Direito pela USP – sergioniemeyer@adv.oabsp.org.br

Nunca foi confiável

Marcos Alves Pintar (Advogado Autônomo - Previdenciária)

Desde 2005 uso linux em todos os meus computadores. A Microsoft nunca viu um centavo do meu dinheiro, e nem um bit sequer dos meus dados pessoais ou do escritório.

Comentar

Comentários encerrados em 19/07/2013.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.