Consultor Jurídico

Comentários de leitores

5 comentários

Qaundo voltarem do recesso determinarão a ressurreição

Ariosvaldo Costa Homem (Defensor Público Federal)

Quando a Suprema Corte Americana voltar do recesso terão conhecimento de que realmente o condenado à morte é deficiente mental e, por já ter sido executada a sentença, determinarão a sua ressurreição. DPU aposentado.

Crueldade e incitação à violência

Marcos Alves Pintar (Advogado Autônomo - Previdenciária)

Desde alguns anos, os EUA começaram a pagar a dívida que possuem para com a Justiça após fomentarem o ódio e a violência durante décadas. Ninguém se sente seguro mais naquele país, que vive às sombras com atos de terrorismo ou mesmo atos isolados de violência imotivada, perpetrada até mesmo por adolescentes. Eles, ainda não aprenderam que violência só gera mais violência, e que NÃO SÃO os donos da verdade absoluta e universal.

Dificil entender ...

Pedro Pontes (Advogado Assalariado - Civil)

Infelizmente, ao meu ver e embora apreciado por muitos, a justiça americana não se faz tão justa assim.
................
Manter uma decisão com o argumento de ser tarde demais a apresentação de provas naquele momento, mesmo constatando que a prova testemunhal fora realizada de forma erronea, não observando os critérios de dignidade, cai por terra a existência da jurisdição neste lugar. Afinal, lá ela existe? A violação das regras no devido processo legal e procedimentos judiciais sobrecai sobre o direito a vida? Difícil entender ...

Esta aí

_Eduardo_ (Outro)

Esta aí o sistema norteamericano de justiça tão apreciado por alguns comentaristas aqui do conjur, especialmente porque os juízes lá são eleitos.
Se esta decisão fosse no Brasil nao quero imaginar o número de paginas de comentários que se seguiriam xingando os juízes e propondo, é claro, eleições para a magistratura.

De dar inveja

Zé Machado (Advogado Autônomo - Trabalhista)

De dar inveja ao Nazismo! Afinal, quem são realmente os retardados nessa estória toda! Só falta voltar a tradicional forca por falta de material bélico.

Comentar

Comentários encerrados em 17/07/2013.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.