Consultor Jurídico

Comentários de leitores

8 comentários

Atitude correta

Luiz Gustavo Marques (Advogado Sócio de Escritório - Civil)

Na verdade, eu particularmente entendo que de fato há a necessidade de se suspender não somente por três dias, mas por uma semana mesmo, as atividades e principalmente os prazos processuais na Comarca de Santa Maria.
Mas em meu ponto de vista, não pelos três funcionários do Judiciário que se foram, e sim pela tragédia em si, que com certeza trará imensos embaraços aos advogados e demais atores processuais em cumprir os prazos em meio a tanta consternação.
A prudência efetivamente recomenda se voltem os olhos às vítimas e familiares da tragédia, e também auxílio material e psicológico aos sobreviventes, para somente após voltarmos a atenção aos prazos e serviços forenses.
Mas, por suspensão das atividades e prazos não se deve, em absoluto, entender que os servidores devem ficar em casa descansando. Que tal o TJSP convocá-los para auxiliar os atingidos pela tragédia?

Empresários, donos da boate assumiram o risco

ValMello (Professor)

Será que não deveríamos dizer que os empresários donos da boate assumiram o risco de matar?! Mas como não asumiram se em todo o Brasil eles agem de mesma forma em termos de construção de casas noturnas. apenas uma saída, com grande e rampa ainda para dificultar a saída, seguranças brutamontes ou policiais de folga. forração acústica cfeita com material altamente inflamável. Falta de sinalização e o dobro de pessoas além do número recomendado. Eles sabem, muito bem, por que já viram em outros desastres, o número de mortes que pode resultar desse descaso para com o cliente.Mas não se importam o mínimo,isso não é assumir o risco de matar!??? Aqui em Cascavel Paraná, temos 8 boates em situação análoga. Para lucrar mais os empresários fizeram a forração acústica com material barato e inflamável. Oras elem sabem que no caso de incêncio esses materias arderão em segundos. Mesmo assim os colocam. Além de não sinalizar corretamente como nos cinemas e de fazer uma só saída e ainda com grade. Pode ser também é bem provável que estes empresários, assim como outros milhares de empresários tivessem corrompido os funcionários públicos para que fizessem vistas grossas ao vencimento do Alvará. Não podemos não esquecer de que muitos dos atos de omissão criminosa das autoridades foram comprados com o suborno pago pelos empresários. Aliás para cada político corrupto há dez empresários insistindo em corrompê-lo.

Crime hediondo - corrupção assassina (3)

Luiz Pereira Neto - OAB.RJ 37.843 (Advogado Autônomo - Empresarial)

....
Que esta desgraça possa colocar um ponto final , ou , pelo menos dar um início , à erradicação de todo o tipo de corrupção , notadamente , desta , que mata sem piedade – crime doloso e hediondo - para que , definitivamente , possamos , sempre , ter os nossos filhos , sãos e salvos , de volta .

Crime hediondo - corrupção assassina (2)

Luiz Pereira Neto - OAB.RJ 37.843 (Advogado Autônomo - Empresarial)

Roga-se ao E.Desembargador Presidente do TJRS , Dr. Marcelo Bandeira , que , complementando a medida humanitária adotada , lidere , junto com os seus colegas , uma campanha para tornar , crime hediondo , tragédias previsíveis como esta , fruto do descaso , da inoperância , e , possivelmente , da avassaladora corrupção que campeia em todos os quadrantes do nosso Brasil , como , abaixo , de forma emocionada , por mim lançada :
CRIME HEDIONDO - CORRUPÇAO ASSASSINA
As grandes culpadas desta dolorosíssima e impactante tragédia , em Santa Maria (RS) , sem sombra de dúvidas , são as Autoridades que deram um alvará , permitindo que uma boate , com capacidade para 2.000 pessoas , funcionasse , sem as mínimas condições de segurança , sem ventilação adequada , com uma única porta de entrada e saída dos frequentadores e sem nenhuma fiscalização posterior , deixando-a , inclusive , funcionar com um alvará vencido .
Se a legislação permitisse , prisão perpétua para todos os envolvidos , seria pouco , muito pouco , até mesmo porque , não morreram , apenas , 231 jovens , colegas , amigos , irmãos , namorados , etc... , morremos todos , bilhões de pessoas , no planeta , sentindo a profunda da dor dos familiares que , também , dilacerantemente , feneceram , da forma mais vil , covarde e torturosa possível .
Ninguém conseguirá trazer os seus entes queridos de volta , mas todos , sem exceção , deveriam processar , em litisconsórcio , o Município , o Estado , e , até mesmo a União , porque matéria tão grave merece permanente fiscalização em todos os níveis , eficaz e honesta , que tem que ter , obrigatoriamente , aquela tripla responsabilidade , na preservação da vida .

Crime hediondo - corrupção assassina (1)

Luiz Pereira Neto - OAB.RJ 37.843 (Advogado Autônomo - Empresarial)

Outra não poderia ser a atitude do TJ-RS , suspendendo prazos e atividades no Forum de Santa Maria , principalmente pela estúpida morte de três valorosos serventuários , e pela incalculável dor e sofrida consternação de todos os colegas que integram aquela unidade judiciária . É uma questão de unidade , solidariedade , e , acima de tudo , respeito ao sofrimento comum que se abateu , inopinadamente , até mesmo , sobre todos nós que sequer os conhecíamos .

Mãe de Deus

Gabbardo (Professor)

Sr. Pintar, não sei se o sr. é um patife vulgar, mas o que o sr. disse é coisa que só um patife vulgar diz.
Três servidores morreram sufocados no maior desastre da história do Rio Grande do Sul. A tal "verdadeira prestação jurisdicional" não deveria ser a sua preocupação nesse momento.

Prestação jurisdicional

Marcos Alves Pintar (Advogado Autônomo - Previdenciária)

No momento em que o Judiciário é mais necessário, simplesmente fecha as portas. Seria assim tão difícil deslocar extraordinariamente 3 servidores de outras Comarcas? Por aí se vê o compromisso das cúpulas com a verdadeira prestação jurisdicional.

Tragédia de Santa Maria

Nelso A Burille (Advogado Autônomo - Previdenciária)

Minhas sinceras condolências aos familiares e amigos da vítimas do lamentável sinistro da boite Kiss, em Santa Maria (RS), assim como a comunidade desta cidade e do RS.
Acidentes com estes são inadimissíveis que poderiam ser evitados se não fosse a ganância, falta de procedimentos, cumprimentos de normas técnicas e legislação vigente, além da precária fiscalização dos órgãos públicos responsáveis.

Comentar

Comentários encerrados em 5/02/2013.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.