Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Tradição da Justiça

Comunidade jurídica se reúne no bar em São Paulo

O ano de 2012 encerrou-se sem que a comunidade jurídica cumprisse uma tradição mantida nos últimos dez anos: a festa de confraternização e arrecadação de brinquedos para doação, promovida por juízes e advogados. A explicação para isso é a internação de um dos principais organizadores do evento: o empresário Antonio Rebelo da Cunha, que está hospitalizado com uma infecção desde fevereiro de 2012.

O grupo de juízes, desembargadores, advogados, procuradores e empresários pretende, porém, fazer a festa ainda no início de 2013, “assim que Rebelo da Cunha tiver alta”, diz o desembargador Carlos Teixeira Leite Filho, organizador do evento.

Em 2011, em sua décima edição, a “Festa dos Brinquedos” reuniu mais de mil pessoas e arrecadou cerca de 5 mil brinquedos — que foram doados a 25 instituições.

A ideia da festa nasceu de uma conversa entre o desembargador Teixeira Leite e um colega de tribunal, Jaime Queiroz Lopes Filho, na comemoração de um aniversário. O evento começou com a participação apenas de juízes e suas famílias e acabou tornando-se uma tradição da comunidade jurídica, acontecendo sempre na primeira semana de dezembro.

Em 2012, mesmo sem a festa, o grupo que organiza o evento manteve-se unido, nos também tradicionais encontros no bar Astor, na Vila Madalena, que são feitos todas as quintas-feiras.

Na semana antes do Natal, o grupo reforçou os convites para que os amigos fossem ao local para tomar um chope e colocar a conversa em dia antes do fim do ano. O evento mostrou o prestígio da turma. Mesmo sem a festa, conseguiram reunir, no Astor, os desembargadores do Tribunal de Justiça de São Paulo Paulo Alcides, Ricardo Anafe, Décio Notarangeli, Álvaro dos Passos, Pedro Baccarat, Oscild de Lima, Francisco Bianco e Eduardo Gouvêa, além, é claro, de Carlos Teixeira Leite Filho, o Carlão.

Também compareceram ao bar os advogados Ricardo Nicolau, Cláudio Pimentel, Luiz Camargo Aranha, Hoanes Koutoudjian e Antonio Celso Amaral Salles e o procurador de Justiça Ruy Pires Galvão, entre outros notáveis da comunidade jurídica.

Revista Consultor Jurídico, 12 de janeiro de 2013, 8h29

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 20/01/2013.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.