Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Posse cancelada

Piauí recorrerá para manter nomeação de defensores

O procurador-geral do estado do Piauí, Kildary Ronne, declarou que vai recorrer da decisão que suspendeu a nomeação de 12 concursados para o cargo de defensor público no estado. Na ação, candidatos aprovados no concurso de 2003 pedem para ser nomeados antes dos aprovados no certame que aconteceu em 2009. As informações são do G1.

"Nós vamos entrar com recurso e fazer um debate junto ao Tribunal de Justiça. O estado não tinha como nomear os aprovados em 2003 porque o concurso venceu. Mas foi seguida a orientação do Tribunal de Justiça de reservar as vagas", disse o procurador.

Nesta quinta-feira (10/1), o desembargador do Tribunal de Justiça do Piauí, Hilo de Almeida Sousa, decidiu suspender a nomeação de 12 concursados que tomaram posse no cargo na quarta-feira (9/1).

No despacho, o desembargador Hilo de Almeida determina que seja reservada a vaga dos requerentes em preferência de nomeação aos candidatos aprovados no último concurso realizado pelo estado em 2009 e homologado no dia 31 de março de 2010.

A determinação é para que não sejam nomeados e nem empossados os aprovados no segundo concurso sem que fique reservada aos requerentes sua respectiva vaga. O desembargador estipulou multa diária de R$ 5 mil em caso de descumprimento.

Revista Consultor Jurídico, 11 de janeiro de 2013, 18h00

Comentários de leitores

1 comentário

Para os pobres nada ! Para os Defensores tudo !!

daniel (Outros - Administrativa)

esta é a lógica da Defensoria, ou seja, explorar os pobres ao máximo com o falso discurso de "proteger".
Nem comprovam a carência econômica nos processos e atendem pessoas ricas que podem pagar advogado.

Comentários encerrados em 19/01/2013.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.