Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Acusação indireta

Jornal deve se retratar por título mencionando senador

A Justiça do Paraná condenou o jornal Gazeta do Povo a se retratar sobre título dado a reportagem publicada no ano passado mencionando o senador Roberto Requião (PMDB-PR). Além de publicar a retratação, o jornal terá que pagar R$ 10 mil ao senador. As informações são do jornal Folha de S.Paulo

Em 30 de julho de 2012, o jornal veiculou título dizendo: "STJ anula denúncia do caso da empregada-fantasma de Requião".

A reportagem abordou decisão do Superior Tribunal de Justiça de anular a denúncia criminal apresentada pelo Ministério Público Federal em 2006 contra cinco pessoas acusadas de envolvimento em um esquema que desviava salários de funcionários-fantasmas da Assembleia Legislativa do Paraná em 2000 e 2001.

Uma das pessoas usadas no esquema, segundo o Ministério Público, foi empregada doméstica da família de Roberto Requião.

O jornal cita a acusação da Procuradoria contra o deputado estadual Nereu Moura (PMDB) e o secretário estadual do Trabalho, Luiz Cláudio Romanelli (PMDB), supostos beneficiários do esquema.

A reportagem não acusa Requião e afirma ainda que o senador denunciou a irregularidade, quando tomou conhecimento do caso. "A manchete tentou induzir os leitores a uma leitura equivocada", diz nota divulgada pelo senador.

A Gazeta do Povo afirmou que vai recorrer da decisão por entender que a reportagem foi "suficientemente esclarecedora ao leitor". 

Revista Consultor Jurídico, 23 de fevereiro de 2013, 10h55

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 03/03/2013.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.