Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Pedido deferido

Nassif consegue direito de resposta à revista Veja

O blogueiro Luis Nassif obteve na Justiça o direito de resposta ao comentarista Diogo Mainardi, que em 2008 publicou na revista Veja um artigo intitulado “Nassif, o banana”. A decisão foi da 3ª Câmara do Tribunal de Justiça de São Paulo.

O relator do caso, desembargador Artur Cesar Beretta da Silveira, entendeu que houve ofensa ao blogueiro, deferindo seu pedido de resposta. Não houve indenização, pois isso não foi pedido pelo autor da ação.

O advogado de defesa da Veja, Alexandre Fidalgo, do escritório Estallargas Gonzales Sampaio Fidalgo advogados, sustentou que “não houve ofensa, mas uma crítica ácida em linguagem vivaz”. Para ele, o direito de resposta deve ser concedido diante de inverdades e obscuridades, sendo a indenização cabível em caso de ofensa. Fidalgo afirmou que irá recorrer da decisão para fazer valer esse entendimento em tribunais superiores.

Já a advogada de Nassif, Fernanda Pascale, do escritório Leonardi Advogados, também em sustentação oral, defendeu a importância do direito de resposta, principalmente após o fim da Lei de Imprensa. Segundo Fernanda Pascale, os desembargadores que julgaram o caso selecionaram a decisão para constar como jurisprudência. O acórdão ainda não foi publicado.

Revista Consultor Jurídico, 21 de fevereiro de 2013, 20h17

Comentários de leitores

2 comentários

A defesa bilacquiana

Cananéles (Bacharel)

Os binômios sinestésicos "crítica ácida" e "linguagem vivaz", sem dúvida nenhuma, são o retrato fiel da advocacia moderna: hermética, simbolista e adjetiva. E só.

levantando das catacumbas do jornalismo........

hammer eduardo (Consultor)

Mais um round nesta briga que parece não ter fim , desta vez é na forma do "direito de resposta" o que ja garante alguns segundos de lembrança em nome deste outrora interessante Jornalista , atualmente vagando no limbo da profissão.
Realmente bater no Mainardi e na Veja , é uma trabalheira para poucos mas acredito que o esquecido Jornalista conseguiu um excelente escritorio que ajudou na sua "exumação profissional".
Faço votos de que ele aproveite bem estes fugazes segundos obtidos na Justiça Paulista , depois sera a meia volta rumo ao esquecimento......
Como dizia o hilario Ibrahim Sued , " sorry periferia....."

Comentários encerrados em 01/03/2013.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.