Consultor Jurídico

Comentários de leitores

9 comentários

Segue prova

Servidor estadual (Delegado de Polícia Estadual)

Doutor existem mais de 1000 sentenças disponíveis que podem inclusive serem consultadas via "dr.\" google:
0071789-14.1987.8.19.0001 - agravo de execução penal 1ª ementa
des. Francisco jose de asevedo - julgamento: 14/10/2010 - quarta câmara criminal
agravo de execução penal. Decisão que concede regressão cautelar de regime semiaberto para fechado e autoriza a remoção do apenado para um dos presídios federais da união em outro estado da federação. Legalidade. Agravante que integra a organização criminosa "comando vermelho" e, mesmo do interior da penitenciária, determina a execução de ações criminosas. Circunstância que caracteriza falta grave e sujeita o apenado à regressão cautelar de regime. Aplicação dos arts. 52, § 2.°, e 118, i, ambos da lei de execução penal. Transferência do apenado para regime disciplinar diferenciado fundada na periculosidade do agente. Aplicação do art. 5.° da lei n.° 11.671/08. Desprovimento do agravo.
Íntegra do acórdão - data de julgamento: 14/10/2010.
Abraços

Alegar é fácil, difícil é provar por meios isentos

Marcos Alves Pintar (Advogado Autônomo - Previdenciária)

Disse bem, prezado Ribas do Rio Pardo (Delegado de Polícia Estadual), "em qualquer Comarca pequena onde se executou interceptações telefônicas, operações controladas, ou se prendeu ladrões e traficantes em flagrante já se comprovou que hoje o crime organizado comanda de dentro dos presídios". Tais "comprovações" embasaram denúncias, supostamente justificaram prisões e até mesmo violação a direitos humanos (assim como as armas químicas de Saddam Hussein justificaram a invasão ao Iraque pelos americanos), mas apenas na visão do Ministério Público ou das polícias. Nunca vi decisões do Judiciário com trânsito apontando demonstrando generalizado controle do crime de dentro das prisões, assim como ar chamadas "armas químicas" que Bush "comprovou" existirem no Iraque jamais foram encontradas.

Afirmação fácil de comprovar

Servidor estadual (Delegado de Polícia Estadual)

Sempre com o devido respeito e por amor ao debate, dr. Marcos em qualquer Comarca pequena onde se executou interceptações telefônicas, operações controladas, ou se prendeu ladrões e traficantes em flagrante já se comprovou que hoje o crime organizado comanda de dentro dos presidios, aliás, é preciso estar preso para subir na linha de comando. Não é mera conjectura, é fato bem provado.Não se perde a liderança por ser preso,ao contrário.

Entendi!

Brecailo (Advogado Autônomo - Consumidor)

Dr. Tal, é assim que assina suas petições com o Dr. na frente do nome, realmente vive no mundo das conspirações. Aff!

Mundo em que vivo

Marcos Alves Pintar (Advogado Autônomo - Previdenciária)

Supondo que eu tenha sido citado no comentário deste tal de Brecailo (Advogado Autônomo - Consumidor), que aqui mais não faz do que atacar os demais debatedores sem uma única contribuição às temáticas discutidas, devo dizer que o mundo em que eu vivo é o que os cidadãos pensam livremente e expõem publicamente o que pensam, ainda que as ideias possam desagradar os detentores do poder. É um mundo oposto aos dos bajuladores e pusilâmines, cuja orientação é buscar alinhamento com os grupos dominantes em troca de benesses como cargos e proteção.

Contra!

Brecailo (Advogado Autônomo - Consumidor)

Dr. Tal, em que realidade você vive?

Pílula dourada

Marcos Alves Pintar (Advogado Autônomo - Previdenciária)

Nunca vi uma única comprovação de que presos controlem o crime de dentro das cadeias. Essa verdadeira bobagem amplamente propalada pelo ineficiente administrador público brasileiro, no entanto, é recebida pela mídia como uma espécie de "descobrimento da América", repetida reiteradamente como se possuísse um mínimo de credibilidade. Ora, se já é difícil controlar dez funcionários mesmo estando junto a ele, imagine-se o que seria controlar o crime de dentro de uma cadeia. A esmagadora maioria dos presos brasileiros estão mais é preocupados em ter ar para respirar e um pouco de água. Comida muitas vezes já é um luxo. Dizer que eles controlam o crime e determinam ataques é algo que nem mesmo a criatividade de Hollywood foi capaz de criar mas, sabe-se lá porque, é uma bobagem amplamente aceita pela massa da população, que acredita que "manga com leite mata" , em horóscopos e em "simpatias".

Inconcebível

Marcos Alves Pintar (Advogado Autônomo - Previdenciária)

Creio que qualquer criança pode perceber que os autores dos ataques estão bem soltos. Os crimes não foram cometidos pelos que estão presos. Mas, curiosamente, vai-se transferir presos visando conter a onda de ataques...

enquanto não "enquadraeem" a vagabundagem....

hammer eduardo (Consultor)

O triste fato é que a "Puliça" do outrora pacato estado de Santa Catarina , esta literalmente correndo atras do proprio rabo igual a cachorro doido na rua. O simpatico estado sulista carece da "malandragem policial" tão fartamente conhecida um pouco mais ao norte como São Paulo e Rio.
Ontem por acaso estive por la a trabalho e vi com meus olhos alguns onibus sendo seguidos por Corsas brancos de bigorrilho no teto pelas ruas da bela Floripa , infelizmente é igual a chamar o menino do Dique daquela historia holandesa para "arrolhar" a Usina de Itaipu.
O bizarro são as incansaveis transcrições de celulares de dentro da cadeia que nos dias atuais viraram apenas "escritorios remotos" da vagabundagem de onde comandam livremente as suas digamos , "atividades comerciais".
É simplesmente INSUPORTAVEL constatar que aquela corja de BANDIDOS de paletó em Brasilia ainda não "teve tempo" de modificar as Leis endurecendo de maneira draconiana os vagabundos apanhados com celulares nas cadeias , parece ate que tem alguma forma de "medinho" desta OUTRA categoria de marginais que ao menos não são eleitos atraves de urna eletronica......
De cara teriamos que incluir uma legislação que aumentasse AUTOMATICAMENTE a pena dos vagabundos em algo por volta de 10 anos se apanhados com celulares ou carregadores. A eterna promiscuidade "tolerada" com a parceria de familiares e advogados que TAMBEM servem de pombo correio ( existe sim e não adianta espernear contrariando os FATOS) seria facilmente encerravel se os parlatorios fossem no padrão americano em que as ditas "partes" se falam por telefone separadas por um vidro e TUDO é gravado para analise. Pobre Brasil de toupeiras e coniventes em geral.

Comentar

Comentários encerrados em 17/02/2013.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.