Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Igualdade para mulheres

França derruba lei que proibia mulher de usar calças

Na França, foi derrubada nesta segunda-feira (4/2) uma lei criada há dois séculos que proibia as mulheres de usarem calça. A ministra francesa dos Direitos da Mulher, Najat Vallaud-Belkacem, disse que a lei foi cassada porque não estava linhada com os valores da França atual. Para ela, esta lei é "incompatível com os princípios de igualdade entre mulheres e homens que estão consagrados na Constituição e compromissos europeus da França", disse. As informações são da BBC Brasil.

Instaurada em 1800, logo após a Revolução Francesa, a lei exigia que mulheres que quisessem se vestir como homens pedissem permissão para a Polícia. O objetivo da lei era limitar o acesso das mulheres a certas funções ou negócios.

Na virada do século 20, foi adotada uma emenda na lei, permitindo que as mulheres usassem calças, mas apenas diante de duas situações: "se estiverem segurando um guidão de uma bicicleta ou as rédeas de um cavalo."

As mulheres parisienses lutavam pelo direito de usar calças desde a Revolução, quando os trabalhadores passaram a usar calças compridas de algodão, em vez dos culotes de seda — calça larga na parte de cima e justa a partir do joelho —, como fazia a aristocracia.

Revista Consultor Jurídico, 5 de fevereiro de 2013, 15h41

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 13/02/2013.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.