Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Raspas e restos

Mais uma condenação de Paulo Henrique Amorim é ratificada

Por 

O blogueiro Paulo Henrique Amorim teve mais uma condenação confirmada pela segunda instância, por ofender o ministro do Supremo Tribunal Federal, Gilmar Mendes. O Tribunal de Justiça do Distrito Federal manteve a indenização de R$ 50 mil estipulada pela primeira instância. Os valores serão destinados à Associação dos Pais e Amigos dos Excepcionais da cidade de Diamantino (MT), cidade natal do ministo.

O ministro aposentado do STF, Sepúlveda Pertence, foi responsável pela sustentação oral em favor de Gilmar Mendes. Pertence atuou no caso ao lado do advogado Diego Barbosa Campos.

Como nos processos anteriores, em que o blogueiro foi condenado por ofensas a Gilmar Mendes, Heraldo Pereira, Ali Kamel, Nélio Machado, Daniel Dantas e Lasier Costa Martins, entre outros, Paulo Henrique Amorim é descrito como um empresário que usa a atividade jornalística para alavancar os negócios de quem o remunera e fulminar a reputação dos desafetos de seus clientes. O volume de processos (e condenações) contra Paulo Henrique Amorim chegou a tal ponto que ele chegou a contratar um seguro contra derrotas judiciais.

Em outra ação, também ajuizada por Gilmar Mendes contra o blogueiro — e em que Amorim foi igualmente condenado a pagar outros R$ 50 mil à APAE de Diamantino — a sustentação oral foi feita pelo advogado Sérgio Bermudes. Eloquente, Bermudes afirmou que “Gutemberg se envergonharia se soubesse que sua invenção seria usada para tramoias como essa”. E mais: que Amorim já foi um dia um jornalista de respeito, mas que hoje se resume a um "negociante que vive de raspas e restos".

O advogado de Amorim, Cesar Klouri, anunciou que recorrerá contra esta condenação por entender que o que foi apontado como ofensa nada mais é que “a forma de expressão e linguagem próprias do blog e de Amorim”. No caso, o blogueiro publicara que Gilmar Mendes transformou o STF em um balcão de negócios, quando atendeu o pedido de Habeas Corpus feito pelo empresário Daniel Dantas, preso no transcurso da chamada ‘operação satiagraha’.

O empresário Luís Roberto Demarco (que foi quem criou o blog de Amorim) e o ex-delegado Protógenes Queiroz tiveram recentemente seus sigilos quebrados para apurar a acusação de que a ‘satiagraha’ foi financiada por empresários interessados em afastar Daniel Dantas da disputa pelas teles que hoje dominam o mercado de telecomunicações brasileiro.

 é diretor da revista Consultor Jurídico.

Revista Consultor Jurídico, 14 de dezembro de 2013, 11h05

Comentários de leitores

3 comentários

Somente a HISTORIA dirá se Paulo Henrique Amorim está certo

Antonio de Assis Nogueira Júnior (Serventuário)

Decisões judiciais que vão contra os donos do Capitalismo brasileiro são raras; em havendo alguma, NUNCA TRANSITARÁ EM JULGADO. Se transitar, não será cumprida. Às vezes acho que não há exagero, muito menos ilícitos cometidos, seja civil ou criminal, pelo Jornalista Paulo Henrique Amorim. O Brasil é país novo na História da Corrupção (Livro sistemático ainda não escrito) - só tem 500 anos de vida! A Itália tem 1000 anos de corrupção, por isso não é considerado país sério. E o Brasil, é país sério? Outrora guardião da ética e da moralidade pública, o PT igualou-se à podridão da corrupção que grassa aqui. Os cidadãos brasileiros dignos, honestos, íntegros, enfim brasileiros decentes em todos os aspectos, estão sozinhos. A pior forma de Capitalismo está vencendo! (Será que existe uma melhor forma?!)Ou já venceu?! Somente a História dirá se o Jornalista Paulo Henrique Amorim tem ou não razão. Vamos aguardar! Atenciosamente, Antonio de Assis Nogueira Júnior

Somente a HISTORIA dirá se Paulo Henrique Amorim está certo

Antonio de Assis Nogueira Júnior (Serventuário)

Decisões judiciais que vão contra os donos do Capitalismo brasileiro são raras; em havendo alguma, NUNCA TRANSITARÁ EM JULGADO. Se transitar, não será cumprida. Às vezes acho que não há exagero, muito menos ilícitos cometidos, seja civil ou criminal, pelo Jornalista Paulo Henrique Amorim. O Brasil é país novo na História da Corrupção (Livro sistemático ainda não escrito) - só tem 500 anos de vida! A Itália tem 1000 anos de corrupção, por isso não é considerado país sério. E o Brasil, é país sério? Outrora guardião da ética e da moralidade pública, o PT igualou-se à podridão da corrupção que grassa aqui. Os cidadãos brasileiros dignos, honestos, íntegros, enfim brasileiros decentes em todos os aspectos, estão sozinhos. A pior forma de Capitalismo está vencendo! (Será que existe uma melhor forma?!)Ou já venceu?! Somente a História dirá se o Jornalista Paulo Henrique Amorim tem ou não razão. Vamos aguardar! Atenciosamente, Antonio de Assis Nogueira Júnior

De novo?

Diogo Duarte Valverde (Advogado Associado a Escritório)

De novo? Outra condenação? Descobri o maior culpado pelo congestionamento do Poder Judiciário! Não é o Estado, como todos pensavam, mas sim, Paulo Henrique Amorim.

Comentários encerrados em 22/12/2013.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.