Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Defesa da advocacia

Almoço de fim de ano do MDA reúne advogados de renome

Grandes nomes do Direito se reuníram no último dia 29, em São Paulo, no almoço de fim de ano do Movimento de Defesa da Advocacia. Criminalistas, como Antônio Carlos de Almeida Castro, Alberto Zacharias Toron e Fábio Tofic Simantob se uniram a membros do Judiciário, como o presidente eleito do Tribunal Regional Federal da 3ª Região, desembargador Fábio Prieto, para comemorar o ano do MDA sob a presidência de Marcelo Knopfelmacher.

Veja fotos do evento:

Revista Consultor Jurídico, 6 de dezembro de 2013, 12h05

Comentários de leitores

1 comentário

Amigo do rei

Marcos Alves Pintar (Advogado Autônomo - Previdenciária)

A aproximação entre advogados, juízes e autoridades em geral é algo extremamente importante, e deve ser incentivado. Fico sempre feliz em ver tal tipo de harmonia. Porém, no mundo latino nós sabemos muito bem o que essas "aproximações" efetivamente significam quando surge a necessidade de se "bater de frente" e exigir o cumprimento de posturas que interessam a uma coletividade indeterminada, como as prerrogativas da advocacia por exemplo. O receio de romper relações pessoais com autoridades acaba atuando como inibidor de condutas, levando ao esvaziamento da atividade de defesa da categoria. Na prática, todos querem "dar um tapinha nas costas" de alguma autoridade, mas não mostram a mesma agilidade ao ingressar com uma representação contra essa mesma autoridade exigindo o respeito à lei e às prerrogativas da advocacia. E, como consequência disso, temos uma advocacia esfacelada, com dificuldades até mesmo para entrar no fóruns com dignidade.

Comentários encerrados em 14/12/2013.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.