Consultor Jurídico

Comentários de leitores

5 comentários

De acordo

Ed Gonçalves (Bacharel)

Concordo plenamente com a proposta. Esse efeito suspensivo automático é pernicioso ao processo e, principalmente, à parte que teve seu direito reconhecido em primeira instância. Como bem disse o articulista, o efeito suspensivo deve ser deferido caso a caso.

Parabéns!!!

Budeu (Advogado Autônomo - Empresarial)

Perfeita análise. Sem o automático efeito suspensivo, atinge-se a eficácia da tutela jurisdicional. Com certeza aumentaria a responsabilidade dos magistrados ao sentenciar, o que também é muito relevante.

Brilhante texto

Renato S. de Melo Filho (Juiz Estadual de 1ª. Instância)

Com uma bela mistura de teoria e prática (academia e dia-a-dia) o professor (e juiz) contribuiu brilhantemente ao debate. Meus parabéns!

...

Fernando Casado (Advogado Assalariado - Trabalhista)

Grande Prof. Gajardoni, excelente Juiz e um entusiasta do processo civil, sempre dissertando de forma clara e assertiva suas teses, parabéns pelo artigo.
.
A cena que me recordo constantemente da época da faculdade (FDF) eram as aulas absolutamente lotadas às segundas e quartas-feiras, onde viajávamos no processo civil de forma natural e empolgante.

Contrassenso

Gustavo Henrique Schneider Nunes (Advogado Autônomo - Civil)

Prof. Gajardoni, quero cumprimentá-lo pelo excelente artigo e por trazer tão relevante assunto à tona. Se um dos principais objetivos contidos no anteprojeto do NCPC é o atribuir maior efetividade à prestação da tutela jurisdicional, de modo a fazer com que o processo seja apto a produzir, tempestivamente, resultados úteis à parte que tem razão, o posicionamento da Câmara dos Deputados é esdrúxulo. Mais uma vez, ao que parece, a classe social detentora do poder econômico está a exercer forte pressão política para manter as coisas exatamente como estão em relação à proteção de seus interesses. A saída que vejo, na prática, continua a ser concessão da tutela antecipada na sentença, de modo que a executividade/efetividade venha a ser imediata. Em outras palavras, análise da manutenção ou não do efeito suspensivo da apelação pode ser feita pelo juiz, diante das necessidades do caso concreto.

Comentar

Comentários encerrados em 17/08/2013.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.