Consultor Jurídico

Notícias

Legitimidade em dúvida

STF suspende aposentadoria decretada pelo CNJ

Comentários de leitores

4 comentários

A supremacia do stf. Aleluia.

Francisco Alves dos Santos Jr. (Juiz Federal de 1ª. Instância)

É importante que a última palavra, no que diz respeito à punição de magistrados, caiba ao STF, porque o CNJ tem conotação mais político-administrativa que jurídico-judicial. O CNJ sofre influência muito forte da imprensa e, como se sabe, a imprensa no Brasil não merece o menor crédito(basta ler "Chatô, o Rei do Brasil" de Fernando Morais e "Minha Razão de Viver" do Samuel Wayner, dois dos maiores jornalistas do Brasil. Portanto, muito positiva a noticiada decisão do Ministro Lewandovski.

Nenhum legitimado

Marcos Alves Pintar (Advogado Autônomo - Previdenciária)

Pelo que eu entendi do caso, em que pese o comportamento absolutamente incompatível do Magistrado nos termos do que foi reconhecido pelo CNJ, ele não será punido porque não há alguém legitimado para pedir isso!! Há Defensoria Pública, Ministério Público, polícias, OAB, muitos ganhando salários astronômicos, mas ninguém para entabular uma denúncia no CNJ. Por aí se vê porque a criminalidade, no Brasil, chegou ao nível que conhecemos.

O cnj é um conselho politico?

LEANDRO O GRANDE (Administrador)

Tenho um caso no CNJ a qual fui prejudicado covardemente pelos magistrados do Juizado Especial Federal de Ilhéus/BA,tudo por conta da minha situação socioeconômica ser subestimada. Havia solicitado a assistência da Defensoria Pública da União ou de um Advogado Dativo. Entretanto, o magistrado julgou os meus 3 três processos contra a Caixa Econômica Federal,Conselho Federal de Psicologia e Anatel improcedentes sem se quer me dá o direito de recorrer da sua decisão. Denunciei o caso ao CNJ e fui tratado igual um vira lata pela Corregedora Eliana Calmon. Até hoje aguardo uma solução para o caso, inclusive denunciado ao Ministério da Justiça do Sr.(o) Eduardo Cardoso que também não tomou nenhuma providência até o momento. Número da representação no CNJ: 0005728-32.2012.2.00.0000. Fonte: http://www.avaaz.org/po/petition/Direito_de_toda_pessoa_recorrer_de_setenca_para_juiz_ou_tribunal_superior_alinea_h_do_pacto_de_Sao_Jose_da_Costa_Rica/

Justiça

Zé Machado (Advogado Autônomo - Trabalhista)

Em boa hora, a mão do ministro se apresenta presente. Apesar de agora extinta pelo senado, tal penalidade foi injustamente aplicada a um magistrado que errou sim, mas , um tipo de erro que se merece uma segunda chance. Ele não praticou um crime como tantos praticam de forma pior e condenável e continuam na impunidade.Dessa vez o CNJ erro profundamente na dose.

Comentar

Comentários encerrados em 15/08/2013.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.