Consultor Jurídico

Comentários de leitores

5 comentários

Estou contigo Herculano !!!

MSRibeiro (Administrador)

Uma montadora japonesa mandou 400 embora por meio de telegrama. Um banco europeu aqui instalado lucrou em 2012 como nunca e mandou 1000 embora. Os caras dependem do nosso mercado e vem aqui afrontar e humilhar o trabalhador brasileiro. Consumo consciente é isso. Empresa não é socialmente responsável na prática, não compre o produto deles.

Ao colega ACUSO: uma pergunta

Alexandre (Advogado Assalariado)

Eu não discuto que o MPT tem competência para ingressar com ACP, forte no 129 da CF. Minha dúvida é se o MPT teria competência para entrar com uma ACP na Justiça Federal, que por sua vez tem a competência para juglar servidores.
.
Creio, e aí posso/devo estar errado, que não. Quem deteria seria o MPF, de forma que não teria muito o que o MPT dizer acerca dos casos que vc levantou.

Pois é...

Aiolia (Serventuário)

Agora vem a nossa parte... não adianta só parabenizar a Justiça do Trabalho... é boicotar mesmo. Fosse em outro país de gente mais esclarecida essa cervejaria iria à falência.

Condenação por assedio moral

ACUSO (Advogado Autônomo - Dano Moral)

Seria interessante que o MPT tivesse o mesmo interesse em atacar, legalmente, os casos de assedio moral no Serviço Publico Federal, onde há diversos casos questionados judicialmente e nenhuma resposta satisfatória. Há casos de assedio moral no INSS, nas demais autarquias federais e até mesmo no âmbito da A.G.U. Com a palavra o Ministério Publico do Trabalho!

Parabéns pela decisão !

MSRibeiro (Administrador)

O trabalhador brasileiro precisa ser respeitado! Estas empresas multinacionais precisam entender que os países onde se instalam possuem soberania e que seu povo deve ser respeitado (apesar de nossos políticos e representantes institucionais não o fazerem).Se querem abusar do direito contra os funcionários, que o façam na terra deles ! Se querem rasgar a constituição, que o façam na terra deles! Se não gostam da gente, vão embora !

Comentar

Comentários encerrados em 13/08/2013.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.