Consultor Jurídico

Comentários de leitores

10 comentários

Reivenção da roda

Marcos Alves Pintar (Advogado Autônomo - Previdenciária)

Na visão alucinada do frank_rj (Outro), na medida em que o advogado ouve a história do cliente deveria ir direto à outra parte do processo ou mesmo ao juiz e contar tudo o que sabe. Tal tipo de prática, em todos os países do mundo, significa patrocínio infiel, além de quebra de sigilo profissional. Nunca me canso de espantar com a audácia desses que se colocam na condição de descobridor da roda, como se centenas de anos de prática do exercício das profissões não tivessem o menor valor.

Uma questão de ética profissonal

Tiago Mendes Teixeira (Estudante de Direito - Civil)

A função do advogado é ser defensor de seu cliente. Se é defender o cliente, como expor a vida deste e deixar com que as pessoas se contrapõe contra ele? Seria como dá queijo ao rato. Um questão de ética, apenas.

Uma questão de ética profissonal

Tiago Mendes Teixeira (Estudante de Direito - Civil)

A função do advogado é ser defensor de seu cliente. Se é defender o cliente, como expor a vida deste e deixar com que as pessoas se contrapõe contra ele? Seria como dá queijo ao rato. Um questão de ética, apenas.

Advogado não é jornalista

DBS (Assessor Técnico)

Procure um direito fundamental chamado direito à AMPLA DEFESA, com todos os meios e recuros a ela inerentes, em um documento chamado Constituição.
O indivíduo é culpado? O ESTADO que prove. Em qualquer país democrático é assim,
Em que mundo vamos parar? No dia que nesse país, advogado se tornar policial, eu saio dele sem nem pensar duas vezes.

prerrogativas não protegem ilícitos

frank_rj (Outro)

malgrado o corporativismo, não dá pra se enfileirar a tal tese. o jornalista deve preservar a fonte, não esconder crimes. se o advogado não tem compromisso com princípios como a lealdade processual, verdade real, e mesmo com o 'fazer justiça', qual a finalidade das inúmeras prerrogativas gozadas exatamente pela alegada indispensabilidade à justiça?

prerrogativas não protegem ilícitos

frank_rj (Outro)

malgrado o corporativismo, não dá pra se enfileirar a tal tese. o jornalista deve preservar a fonte, não esconder crimes. se o advogado não tem compromisso com princípios como a lealdade processual, verdade real, e mesmo com o 'fazer justiça', qual a finalidade das inúmeras prerrogativas gozadas exatamente pela alegada indispensabilidade à justiça?

Corrigindo

DBS (Assessor Técnico)

(...) mas o que esperar da Turba de ignorantes num país que ficou no penúltimo lugar em educação?*

Sempre os "Outros"

DBS (Assessor Técnico)

Não cansam de falar besteira por aqui. Já pensou se advogado tiver que delatar o cliente? Nem precisaremos mais de polícia!
Em qualquer país do mundo isso é mais do que pacífico, mas o que esperar da turba de ignorante nesse no país que ficou em penúltimo lugar em Educação?

... papo furado ...

Luiz Eduardo Osse (Outros)

... de criminalistas ...

Não concordo

Pek Cop (Outros)

Sou contra Advogado andar de mãos dadas com o crime...

Comentar

Comentários encerrados em 29/04/2013.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.