Consultor Jurídico

Comentários de leitores

4 comentários

IRPF

VGontijo (Economista)

Caro Haidar, você tem toda razão. Está com a boca no trombone certo. Se eu tivesse um prêmio o daria a você. Gritou o que eu queria. Os burocratas do IR nos tratam como idiotas, sonegadores, criminosos, etc. simplesmente porque declaramos, em pleno direito, despesas médicas acima de R$ 10 mil!!! Pode?

Responsabilidade

Camaro (Advogado Autônomo)

Esta na hora de os advogados e a OAB usarem o Código Penal e começar a responsabilizar esses funcionários públicos que se acha intocáveis.Sou um defensor dos funcionários públicos mas tem uns que não conhecem a palavra coletivo, ou melhor,só pensam neles.

Contra-ataque

Eduardo R. (Procurador da República de 1ª. Instância)

Nossa burocracia pública é realmente assustadora e não há solução para isso enquanto houver - e sempre haverá - três instâncias tributantes e outras sub-instâncias. Porém, para abusos pontuais (constelações?) há um remédio que é a representação (do contribuinte contra o fiscal) por por delito de excesso de exação (art. 316,§1ºCP, pena de 3 a 8 anos), coisa rara de ver nos fóruns, mas não talvez na rua.

picareta

Ricardo A Fronczak (Advogado Sócio de Escritório - Empresarial)

Ao entrar na Receita Federal em Ponta Grossa para "prestar esclarecimentos" (malha fina), me senti um picareta - o tratamento é o seguinte: ficou na malha fina, é picareta, mesmo que o erro seja simples.

Comentar

Comentários encerrados em 23/04/2013.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.