Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Sem juiz

Mais de mil processos estão parados em Paraisópolis

A falta de um juiz titular na Comarca de Paraisópolis (MG), desde o fim do ano passado, é motivo de muita reclamação. O juiz que deixou o cargo agora atende na cidade apenas uma vez por semana. De acordo com o Conselho Nacional de Justiça, mais de mil processos estão parados. As informações são do portal G1.

Segundo os advogados de Paraisópolis, um dos motivos da espera pelo andamento dos processos na comarca é que o único juiz titular na cidade foi transferido para o Fórum de Santa Rita do Sapucaí (MG), e ninguém entrou no lugar dele.

De acordo com o Conselho Nacional de Justiça, atualmente, são 7.491 processos na Comarca de Paraisópolis, e mais de mil estão parados há mais de 100 dias. “Um advogado foi contratado para defender um cliente, o menino tinha uns 7, 8 anos, já passou da maioridade, e até hoje não teve nem perícia na criança”, afirma João Carlos dos Santos, presidente da Ordem dos Advogados do Brasil de Paraisópolis.

O juiz Ediberto Benedito Reis afirma que na segunda-feira (8/4), um novo juiz será nomeado para Paraisópolis, e que é provável que ele leve cerca de seis meses para colocar os processos em dia. A comarca abrange também os municípios de Gonçalves (MG), Sapucaí-Mirim (MG) e Consolação (MG).

Revista Consultor Jurídico, 7 de abril de 2013, 12h16

Comentários de leitores

4 comentários

Morosidade

GFerreira (Advogado Assalariado - Trabalhista)

Não podemos esquecer o que acontece nesse Brasil afora, na cidade de Arujá, São Paulo, subdistrito da Comarca de Santa Isabel, deve contar atualmente com mais de 30.000 processos e apenas três juizes, cobrar desse heróis andamento mais rapido é uma estupidez, mas podemos e devemos cobrar dos governos de todos os estados concurso para a magistratura em todos os estados da federação e também concurso para servidores de todos os niveis, afinal de contas não queremos que você fique velho esperando uma decisão judicial. A culpa não é dos juizes, salvo rarissímas excessões a culpa é do estado, que só se preocupa com copa do mundo, lei seca pedágio e cobrar tributos, aliás, nunca esteve tão caro ingressar com uma ação, pois as custas são altissimas, e geralmente ficam com o estado e não são repassadas ao poder judiciários, que deve esperar as migalhas destinas pelos governos para pagar servidores, adquirir novos equipamentos e manter todo custo da estrutura do poder judiciário.
Precisamos mudar essa situação.

Grande coisa!!!

Ricardo A Fronczak (Advogado Sócio de Escritório - Empresarial)

Grande coisa - na 1ª Vara Cível de União da Vitória (PR), há mais de 5.000 processos conclusos ao juiz desde janeiro desse ano - e a coisa não anda....tudo bem que ele pegou um rabo de foguete, depois de alguns meses sem juiz, mas só andam os eletrônicos - os físicos devem ficar para as calendas gregas....

assessor

Crivi (Administrador)

Basta colocar um assessor do juiz pra despachar e depois o juiz assina como geralmente acontece em alguns estados.e a institucionalizacao do juiz sem concurso.e ainda dao a desculpa q e pra adiantar a prestacao jurisdicional. Brasilsiilsilsil.

Ver todos comentários

Comentários encerrados em 15/04/2013.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.