Consultor Jurídico

Notícias

Você leu 1 de 5 notícias liberadas no mês.
Faça seu CADASTRO GRATUITO e tenha acesso ilimitado.

Quebra de código

Fuzileiros dos EUA são indiciados por urinar em mortos

O Pentágono informou, nesta segunda-feira (24/9), que dois fuzileiros navais foram acusados de violação do Código Unificado de Justiça Militar pela suspeita de terem se envolvido no vídeo em que soldados americanos aparecem urinando sobre corpos de rebeldes afegãos. O incidente ocorreu na província afegã de Helmand em 27 de julho de 2011 e foi postado em vídeo na internet em janeiro deste ano. As informações são do Portal G1.

As acusações contra os sargentos Joseph Chamblin e Edward Deptola ocorrem um mês depois de outros três fuzileiros terem sofrido sanções administrativas pelo caso. Eles foram acusados também de abandono do dever e falhas de comando aos marines mais jovens.

No vídeo, quatro militares americanos urinam em três corpos ensanguentados, e um dos homens, aparentemente sabendo que estava sendo filmado, afirma: "Tenha um ótimo dia, amigo," referindo-se a um dos mortos. O anúncio dos indiciamentos pela Justiça Militar ocorre em um momento de convulsões no mundo muçulmano devido à divulgação de um filme ridicularizando o profeta Maomé, produzido nos Estados Unidos.

Revista Consultor Jurídico, 24 de setembro de 2012, 20h44

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 02/10/2012.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.