Consultor Jurídico

Eleições 2012

Seis municípios fluminenses já elegeram prefeitos

Seis cidades fluminenses já estão com resultados definidos: Niterói, Belford Roxo, São Gonçalo, Nova Iguaçu, Volta Redonda e Petrópolis. A cidade mineira de Contagem também já possui um novo prefeito, o candidato Carlin Moura (PC do B) foi eleito com 66% dos votos. As informações são do portal Uol.

Em Niterói (RJ), Rodrigo Neves (PT) foi eleito com 52,5% dos votos. Impulsionado por diversas forças políticas, entre as quais a presidente da República, Dilma Rousseff, o petista derrotou nas urnas o candidato Felipe Peixoto (PDT), que contava com o apoio do prefeito em fim de mandato, Jorge Roberto Silveira (PDT).

Já no município de Belford Roxo, o comunista Denis Dauttmam (PCdoB) foi eleito prefeito. Com ele, o PCdoB elege seu primeiro prefeito no Estado. O resultado do pleito pode mudar, contudo, porque a Justiça Eleitoral ainda precisa julgar a situação do vice-prefeito. Ao longo da disputa, Dauttmam trocou de vice três vezes. O que foi eleito junto com ele, Douglas da ACR, era candidato a vereador; seu registro de vice-prefeito aparece na página do TSE como "substituto pendente de julgamento". Os outros dois vices, Reginaldo Gomes e Sérgio Lins, ambos do PHS, renunciaram às candidaturas.

Waguinho pediu na Justiça a impugnação dos votos de Dauttmam, e realização do segundo turno da eleição entre ele e o prefeito Alcides Rolim. Waguinho afirma que Dauttmam homologou na Justiça a troca de seu vice no dia do primeiro turno, depois do prazo legal para alterações na campanha.

O deputado federal Neilton Mulim (PR), 50, reverteu o resultado do primeiro turno e venceu as eleições em São Gonçalo. Com 56,7% dos votos ele derrotou o rival Adolfo Konder (PDT), que era favorito, segundo as pesquisas. O político, que também é professor de matemática, já havia sido eleito em outras ocasiões. Antes de ser eleito para a Câmara dos Deputados pela segunda vez em 2010, ele foi vereador de São Gonçalo por três vezes consecutivas.

Em Nova Iguaçu, Nelson Bornier (PMDB) foi eleito com 55% dos votos. O deputado federal venceu a disputa com a concorrente do PDT, Sheila Gama, que tentava a reeleição. Bornier retorna ao cargo que ocupou entre 1997 e 2000 com a promessa de que o cumprirá até o fim. Em 2002, após ser reeleito no pleito do ano anterior, o peemedebista renunciou à prefeitura para se lançar candidato a deputado federal.

Na cidade de Volta Redonda, Antônio Francisco Neto (PMDB), 56, foi reeleito com 55% dos votos. Ele disputou o segundo turno – o primeiro da história da cidade – com o candidato Zoinho (PR), deputado federal. Neto entra em seu quarto mandato – ele foi eleito prefeito de Volta Redonda também em 1996, 2000 e 2008.

Após correr o risco de ficar fora do segundo turno por causa de uma decisão da Justiça, o médico Rubens Bomtempo (PSB), 50, foi eleito prefeito de Petrópolis 56% dos votos. Ele derrotou o deputado estadual Bernardo Rossi (PMDB). Bomtempo fará seu terceiro mandato, já que foi prefeito da cidade entre duas ocasiões.

A presença de Bomtempo no segundo turno só foi confirmado dez dias antes da eleição, quando o Tribunal Superior Eleitoral deferiu sua candidatura. Em um de seus mandatos, Bomtempo teve as contas rejeitadas pelo Tribunal de Contas do Estado. O TSE entendeu, porém, que ele só poderia ter tido a candidatura impugnada se tivesse as contas públicas rejeitadas pela Câmara Municipal, e não apenas pelo TCE, a quem cabe apenas a emissão de parecer prévio sobre as contas.

Em Minas Gerais, o deputado estadual Carlin Moura (PC do B) foi eleito prefeito de Contagem, com 66% dos votos. A vitória de Carlin sobre o deputado estadual Durval Ângelo (PT), na disputa inédita entre o PT e o PCdoB em Contagem - aliados históricos no município - consolida a hegemonia dos partidos da base política do senador Aécio Neves (PSDB-MG), na Grande Belo Horizonte. Antes do início da campanha, petistas e comunistas discutiam a formação de uma chapa única nas eleições. Porém, um candidato não aceitou ser vice do outro.

Topo da página

Revista Consultor Jurídico, 28 de outubro de 2012, 19h13

Comentários de leitores

0 comentários

Comentários encerrados em 05/11/2012.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.