Consultor Jurídico

Comentários de leitores

5 comentários

A verdade, por Eduardo Bottura

Eduardo Bottura (Engenheiro)

Em cinco anos, minha ex-esposa e o seu pai empreiteiro, abriram mais de quarenta inquéritos contra mim.
Até uma ação de alimentos, de R$ 68.000,00 por mês, mesmo com 29 anos de idade e sem filhos, respondi.
Fui absolvido em todos, como serei neste também!
Não perdi um único processo!
Ademais, nunca mandei estes SMSs e quem me conhece sabe que jamais mandaria estes SMSs patéticos.
Quanto as minhas denúncias contra o TJMS, elas resultaram no IP 704 (do STJ), em relatório do CNMP para demissão do ex-Procurador de Mato Grosso do Sul e em sindicâncias no CNJ (0002351-87.2011.2.00.0000), onde somente um dos Desembargadores que denuncie não sabe explicar como R$ 33 milhões passaram por suas contas.
Sou responsável por denúncias que levaram à descoberta do maior esquema de corrupção do Judiciário brasileiro.
Pago, com prazer, o preço das perseguições decorrentes da minha ousadia cidadã, pois, ao final, terei o bônus de tudo que fiz, enfrentei e venci.
Eduardo Bottura
Mais informações: www.eduardobottura.com

Falta encontrar algum 'obstáculo' pela frente

Fernando José Gonçalves (Advogado Sócio de Escritório)

Esse parece ser irmão siamês de Lula. Acha que consegue tudo o que quer e a qualquer preço. Pena que não tenha encontrado pela frente alguém que realmente lhe mostrasse o quanto dói um 'estresse pós traumático'; não aquele decorrente de inquietação psicológica, como a impingida à ex-esposa e familiares desta, mas, ao contrário, o 'original' mesmo, que faz crescer 'galos' no telhado, hematoma nos olhos, algumas 'janelas' na dentição e fraturas nos ossos mais sensíveis.

Defeito Midiático

J. Cordeiro (Advogado Autônomo - Civil)

Pena que só aparece metade do artigo. Ele foi cortado de cima para baixo, monstrando apenas o lado esquerdo do texto. Lendo o possível desta metada, da para deduzir que a outra também é boa. Espero que Conjur consiga conserta o sitio eletronico.

Falácias e falácias!

Paulo Jorge Andrade Trinchão (Advogado Autônomo)

Os fatos, os quais,se assemelham muito mais com enredos novelísticos, porém, não são tão simples assim de se justificar. Bravatas à parte,atuo também no âmbito do TJMS, e tive a oportunidade de ouvir dos colegas que lá atuam, a incrível litigância de má-fé proporcionada pelo contumaz acusado, com o ajuizamento de milhares de ações intimidatórias,e pelo que chegou à mídia,ilógicas e desprovidas de qualquer idoneidade moral. A maioria das emuladoras ações se deram no âmbito da modesta comarca de Anaurilândia-SP. E, não foi por outro, que a complacente e suspeita juíza foi literalmente pro ralo. Creio que o CNJ tem o dever e obrigação de dar uma resposta rápida e rigorosa a um cidadão que se sente no direito(dúbio) de movimentar toda uma máquina judicial - paga pela maioria dos contribuintes! - ao seu bel-prazer, e que alcança às raias de criminosa má-fé. Por outro lado, creio que a OAB-SP já deve estar intervindo no caso, pois sabidamente, lide temerária proporcionada por advogado que fere e ofende a boa ética e a disciplina da atividade causídica, é de ser submetido à inarredável penalização, até mesmo, pelo caráter de reprimenda pedagógica, pois, à evidência, a maioria dos colegas atuam com impecável e exemplar gravata!

A verdade: por Eduardo Bottura

Eduardo Bottura (Engenheiro)

Em cinco anos, minha ex-esposa e o seu pai empreiteiro, abriram mais de quarenta inquéritos contra mim.
Até uma ação de alimentos, de R$ 68.000,00 por mês, mesmo com 29 anos de idade e sem filhos, respondi.
Fui absolvido em todos, como serei neste também!
Não perdi um único processo!
Ademais, nunca mandei estes SMSs e quem me conhece sabe que jamais mandaria estes SMSs patéticos.
Quanto as minhas denúncias contra o TJMS, elas resultaram no IP 704 (do STJ), em relatório do CNMP para demissão do ex-Procurador de Mato Grosso do Sul e em sindicâncias no CNJ (0002351-87.2011.2.00.0000), onde somente um dos Desembargadores que denuncie não sabe explicar como R$ 33 milhões passaram por suas contas.
Sou responsável por denúncias que levaram à descoberta do maior esquema de corrupção do Judiciário brasileiro.
Pago, com prazer, o preço das perseguições decorrentes da minha ousadia cidadã, pois, ao final, terei o bônus de tudo que fiz, enfrentei e venci.
Eduardo Bottura
Mais informações: www.eduardobottura.com

Comentar

Comentários encerrados em 28/10/2012.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.