Consultor Jurídico

Notícias

Estado laico

Procurador quer excluir frase religiosa de cédulas

Comentários de leitores

  • Página:
  • 1
  • 2

40 comentários

Liberdade religiosa?

Ázara (Engenheiro)

Bem, vamos começar acabando com essa história de padroeira oficial do Brasil. A Igreja Católica pode entender assim, mas isso não pode ser extensivo a todos os brasileiros. Se não quiserem acabar com o feriado, desentronize-se a dita cuja e proclame-se outro feriado, dia da liberdade religiosa ou dia da criança, por exemplo.

Ociosidade já!!!

Manente (Advogado Autônomo)

http://g1.globo.com/economia/noticia/2012/11/sarney-diz-que-polemica-sobre-mencao-a-deus-e-falta-do-que-fazer.html
Vamos trabalhar MPF!!!

Para aqueles que quiserem doar essas notas não-laicas

Prof. Denis - História (Professor)

Aceito todas as notas com o malsinado dizer da discórdia...

Enquanto isso o povo ...

Prof. Denis - História (Professor)

Realmente, o Brasil precisa de procuradores dispostos a proporem ações de tamanha envergadura com dinheiro público... pra acabá

Novidade

Directus (Advogado Associado a Escritório)

Depois da figura do "idiota útil", surge agora o "idiota inútuil".
Vai que é sua, MPF!

Os crentes estão em peso aqui

Gabbardo (Professor)

"O juízo divino o aguarda!!!"? " "Pai perdoai... ele não sabe o que faz! Filhos: não ouçam o mal, não falem do mal e não escutem o mal!"? "s. Pois lamento que superficialidades afronte e tente menoscabar a maior Referência do BEM de toda a eternidade: DEUS. A manifestação do juiz foi infeliz porque tergiversou. Esperava-se mais do magistrado. Sugiro ao CNMP que estabeleça critérios claros para a atuação do órgão quando este lidar com assuntos voltados à transcendência humana. Quanto especificamente à prentensão do órgão, saliento que a expressão DEUS contida nas cédulas de real é unificadora e agregadora, porque DEUS, queiram ou não, é de todos que Nele acreditam, e os que acreditam Nele ainda são a maioria esmagadora. Portanto, não venha com sofismas que o propósito é a cidadania, pois a cidadania não existe sem Deus."
Hipócritas! Antes de saírem a fazer concurso de quem é o mais carola dessa caixa de comentários, sugiro que leiam aquele treco chamado "evangelho de Mateus", de preferência o capítulo 6, versículo 2.

Terceiro mundinho é isso

olhovivo (Outros)

É essa a diferença entre países cucaratchas e o primeiro mundo. Enquanto lá atacam a miséria, o mau serviço público, direitos do consumidor etc etc., aqui é isso...

Rui Telmo Fontoura Ferreira (Oficial da Marinha)

Observador.. (Economista)

Muito bom seu comentário.Pena não repercutir como a asneira de um procurador.Que, posso até imaginar, deve se sentir um gigante utilizando-se do nosso dinheiro em causas como esta.
A burocracia estatal, em nosso país, está com tudo e ESTÁ prosa.

Enquanto isso...

Luiz Gustavo Marques (Advogado Sócio de Escritório - Civil)

Crianças passam fome, idosos não conseguem remédios na rede pública, enfermos ficam horas a fio aguardando um atendimento no corredor do hospital, cirurgias consideradas urgentes são marcadas para seis meses após, a corrupção caminha livre nas três esferas do poder, etc...
Por qual motivo o digníssimo membro do MPF não ingressa com uma ação contra o dispositivo da LOMP que lhe garante dois meses de férias, por quebra do princípio da isonomia, eis que o cidadão comum somente pode gozar de um mês anual de descanso.
Ou então com uma ação que retire de sua categoria a aposentaria com vencimentos integrais, para que ela ostente o mesmo teto do INSS.
Com certeza, contra meu comentário bradará vozes algum membro da instituição dizendo que o princípio da isonomia consiste em tratar igual os iguais e desigual os desiguais, aliás, um Procurador da República, que fatura mensalmente em torno de R$ 25 mil, merece mais tutela que um trabalhador assalariado, que de sol a sol aufere a fortuna de R$ 622,00 (salário mínimo), por isso este merece apenas um mês de férias e aquele dois.
Essa ação me lembra outra, que algum Promotor da Vara da Infância ingressou, salvo engano, contra o SBT, para retirar a menina Maysa do ar, pois ela andava dando claro sinais de estresse.
Decerto, por uma questão de prioridade, acho que a tutela ministerial deveria abranger, inicialmente, crianças que passam fome, dormem embaixo das pontes, não possuem vagas na escola, são submetidas à prostituição e trabalho escravo, para depois voltar os olhos a uma menina que até pode estar um pouco estressada, mas com um salário mensal de aproximadamente R$ 50 mil.
Mas, o que dá mais ibope?
#vergonha

o pior eh que esta açao

Cid Moura (Professor)

chegara ao Supremo. E veremos ministros proferindo votos de 50 hs sobreo assunto (Celso)
alguem duvida?

Tempo é dinheiro

Caio Arantes - www.carantes.com.br (Advogado Sócio de Escritório - Criminal)

"Tempo é dinheiro", MAS como ao Procurador já lhe resta garantido salário em quantia e tempo exatos, sobra-lhe motivação para perseguir ações como esta... Fim dos tempos...

futuro

RAFAEL ADV (Procurador do Município)

Se continuar assim... daqui a uns dias se sair na rua com um rosário... será preso por atentado violento à minoria!!!
Tem tanta coisa melhor pra investigar...
Desvios e fraudes no INSS etc etc etc... talvez com uns holofótes tudo mude...

Quanta babaquice

Fernando José Gonçalves (Advogado Sócio de Escritório)

Causa espécie que o Sarney tenha determinado que a tal frase fosse mantida (ou criada) e impressa nas notas. Pelo que se sabe, até na sua 'tatoo' de Cristo emoldurado no peito , dela só resta mesmo a 'moldura' porque Cristo já caiu fora faz tempo. Uma boa mensagem, em substituição a invocação religiosa católica, aposta nas cédulas, e bem mais honesta do que a atual, seria a seguinte: " PARTE DO VALOR AQUI OSTENTADO, SERVE PARA MANTER A CORRUPÇÃO NO PAÍS". Se quiser suavizar, para não chocar com a verdade escancarada, se poderia acrescentar: "MAS SÓ UMA PEQUENA PARTE".

é falta de serviço

RAFAEL ADV (Procurador do Município)

SÓ PODE SER MUITO TEMPO LIVRE...
Em nome do princípio da "não exclusão das minorias" está se invertendo tudo... agora as minorias devem ser favorecidas em detrimento da maioria ? é isso ? que piada... Se a frase "Deus seja Louvado" for tirada, será "preconceito" contra a maioria que é de VÁRIAS religiões e que respeitam aos outros...
Daqui a pouco tempo vai ser proibido no Brasil ser: hetero, branco, honesto, religioso, não-usuário de drogas... pois as minorias mandam aqui...
PIADA...

País Laico

WILL (Estudante de Direito)

Apoiada a retirada da expressão "Deus seja louvado", todos os cidadãos são iguais perante a Lei, são livres para manifestação religiosa a qual crê. Apesar de não ser cristão, nunca tive qualquer problema em manusear ou mesmo, usar as notas com a expressão "Deus seja Louvado" no entanto, acredito ser mais um passo, rumo a liberdade dos cidadãos. Existem pessoas de todos os credos nesse país, e o Estado, NÃO PODE, se posicionar em detrimento à uma crença. Esse é um País Democrático de Direito, e como tal, deve se portar. Essa modificação pode não representar muito, mas com certeza reafirma a postura livre desse País.

Procurando

Carlos Gama (Outros)

O tal "Procurador" deveria procurar o que fazer, deveria procurar ser útil à sociedade que banca os seus salários,; trabalhar de verdade nunca fez mal a ninguém.

País da sacanagem.

DPC Fabio (Delegado de Polícia Estadual)

Coloquem logo um homem e uma mulher transando, dois homens ou duas mulheres se beijando ou uma pessoa fumando maconha, afinal, esse país já virou o país da sacanagem faz tempo. Não se tem mais valores, parâmetros. E depois não entendem a violência crescente nas grandes cidades e a banalização da violência crescente.Porque não gastar sinapses promovendo apuração, por exemplo, outras participações daqueles que não entraram na ação do mensalão. Ou sei lá, qualquer coisa mais útil e mais proveitosa.

País da sacanagem.

DPC Fabio (Delegado de Polícia Estadual)

Coloquem logo um homem e uma mulher transando, dois homens ou duas mulheres se beijando ou uma pessoa fumando maconha, afinal, esse país já virou o país da sacanagem faz tempo. Não se tem mais valores, parâmetros. E depois não entendem a violência crescente nas grandes cidades e a banalização da violência crescente.Porque não gastar sinapses promovendo apuração, por exemplo, outras participações daqueles que não entraram na ação do mensalão. Ou sei lá, qualquer coisa mais útil e mais proveitosa.

"A um passo da mediocridade!"

Rui Telmo Fontoura Ferreira (Outros)

Prezados Senhores,
Paz e Bem!
"Quando não se sabe o que fazer, é melhor não fazer nada. (D.Pedro II).
Sua Exa., está correta ao estimular a prática da anarquia absoluta, "sem eira e nem beira", o homem solto no espaço e no tempo, em busca do nada, para o nada, sem segmento histórico, filosófico, cultural, religioso, a bel prazer da mídia leviana, criando teorias sem sustentação conceituais e estruturais, adequadas à harmonização cientifica,do ser e do ter, na acepção pura da realidade humana.
"Pai perdoai... ele não sabe o que faz!
Filhos: não ouçam o mal, não falem do mal e não escutem o mal!
Atenciosamente,
Rui Telmo Fontoura Ferreira

Osho nos fazia rir...

Balboa (Advogado Autônomo)

"Deus não existe, graças a Deus!"
Osho

  • Página:
  • 1
  • 2

Comentar

Comentários encerrados em 20/11/2012.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.