Consultor Jurídico

Notícias

Claus Roxin

Teoria do domínio do fato é usada de forma errada

Comentários de leitores

12 comentários

No Way

Radar (Bacharel)

Mesmo se Jesus descesse à Terra e dissesse aos ministros que eles devem se ater às provas e não ao suposto clamor popular, de nada adiantaria. Diriam eles: "Data venia, santíssimo, de que partido sois? Nós seguimos a um único deus: seja feita a vontade de Veja"

Lamentável

Bruno Câmara (Servidor)

Tanto a Folha, quanto a Conjur deveriam melhorar esse tipo de jornalismo.
As informações nos "títulos" e nas "chamadas" da reportagem distorcem completamente as respostas de Roxin.
Vejamos:
Para Claus Roxin, teoria do domínio do fato é usada de forma errada no STF.
Jamais ele emetiu esse juízo de valor!
O jornalista fez perguntas viciadas, com base na interpretação própria e, partir da resposta, montou-se que o cara criticou o STF.
Lamentável.

Roxin - Folha de São Paulo: De rabo preso com o ...PT

MACUNAÍMA 001 (Outros)

O penalista Roxin deveria ler o processo do mensalão e só depois ser entrevistado. Assim tudo ficaria mais claro e a Folha prestaria um relevante serviço à sociedade. Evidentemente que deveria ser selecionado um repórter que não tenha rabo preso com o PT!!!

A Folha,...

Johnny1 (Outros)

...uma vez mais, prestando serviço ao PT.
Alguma novidade?

Não é conversa de boteco

Marcos Alves Pintar (Advogado Autônomo - Previdenciária)

Roxin é um dos mais respeitados penalistas em todo o mundo. Sob meu ponto de vista, não creio que ele esteja a falar publicamente da ação do Mensalão sem conhecer profundamente o processo e seus pormenores.

...

Fabrício (Advogado Autônomo)

Eis ai um exemplo de mau jornalismo. É evidente que a resposta do entrevistado seria a de que não se pode condenar com base apenas na posição hierárquica do acusado, porque quem sugere que o STF assim agiu foi o próprio repórter, e não o entrevistado, que se limitou a responder o que lhe foi perguntado. Lamentável.

Entrevista tendencisa.

Marden Leda (Servidor)

Quem acompanhou o julgamento sabe que o ex-ministro Dirceu não foi condenado porque era ministro da Casa Civil, pelo só fato de ocupar esse posto, essa entrevista foi tendenciosa, informaram mal o jurista Roxin.

Pai da criança

Zé Machado (Advogado Autônomo - Trabalhista)

O STF está em maus lençóis! E o pai da criança, como fica? Esse excesso do STF em fazer mau uso de uma teoria tão perigosa ao Estado Democrático de Direito, dá a entender que está mais para junta militar do que para um excelso pretório. O STF vai acabar se mediocrizando na ordem internacional, como um tribunal tupinikin.

Inversão do sistema constitucional

Lucas Carvalho de Freitas (Advogado Associado a Escritório - Criminal)

"Falta de explicações convincentes sobre os motivos de tais reuniões" ???
Explicar reunião é coisa do período ditatorial....

São Tomé?

Directus (Advogado Associado a Escritório)

As provas estão aí embaixo. E nem são todas. Refute-as! Um gênio como você não terá dificuldades. Só não venha com o mesmo discurso batido de que houve responsabilidade objetiva. Ou não sabe o que é prova indiciária?

Nem São Tomé vendo

Marcos Alves Pintar (Advogado Autônomo - Previdenciária)

Mesmo vindo o próprio Roxin esclarecer que o uso de sua teoria foi deturpada, e que é necessário prova concreta da participação do "superior hierárquico", ainda há aqueles que ainda distorcem a querem fazer crer que existiu prova concreta. Creio que cabe agora a Roxin desmentir cada um desses comentários.

Confusão...

Directus (Advogado Associado a Escritório)

É exatamente aí que as pessoas, por mais gabaritadas que sejam, se confundem.
O STF JAMAIS condenou José Dirceu "apenas" pela posição hierárquica que ocupava. A condenação foi pela soma de indícios expressivos, como:
a) reuniões clandestinas com os agentes operacionais;
b) Falta de explicações convincentes sobre os motivos de tais reuniões;
c) Declarações de agentes operacionais e de políticos sobre sua participação no esquema;
d) Divulgação que o próprio condenado fazia sobre sua fortíssima influência no governo;
e) envolvimento de pessoas próximas ao réu no esquema.
Precisa mais de quê? Uma confissão por escrito???

Comentar

Comentários encerrados em 19/11/2012.
A seção de comentários de cada texto é encerrada 7 dias após a data da sua publicação.